Nesta quinta-feira, 02, o Senador Magno Malta, eleito pelo Partido da República, realizou diversas ironias durante a Comissão do #Impeachment do Senado. Ele criticou a bancada do Partido dos Trabalhadores (PT), que a todo instante tentava atrapalhar as discussões dos trabalhos da reunião. Em dado momento, ele chegou a comparar a bancada dilmista com um verdadeiro manicômio. “quando eu vejo essa gritaria aqui eu fico pensando meu Deus, se colocar uma grade aqui é um hospício”, disse o Congressista, fazendo os demais colegas caírem na gargalhada.

A irritação dos petistas com a Comissão foi tão grande que já no final da Comissão ele firam embora do local.

Publicidade
Publicidade

Até mesmo o advogado da presidente afastada #Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo, desistiu de continuar na defesa, alegando que ali ninguém estava para ouvir-lo. Cardozo foi substituído. por uma advogada legislativa. 

Antes disso, Magno Malta avisou que não adiantava a gritaria da legenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. De acordo com ele, os gritos e aumentos de prazos não mudaria sua consciência, tampouco sem voto. Em seguida, ele ironizou a presidente afastada, dizendo que Dilma iria voltar, mas que voltaria para sua casa em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. 

Os comentários do Senador geraram bate boca no Congresso. Isso porque dilmistas não aceitavam de jeito nenhum a diminuição do tempo para a defesa  e a acusação exibirem suas manifestações de ideia. O Partido dos Trabalhadores, inclusive, entrou com uma liminar no Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicidade

A legenda quer que o prazo de cinco dias não seja utilizado, mas sim o anterior, que variava de 15 a 20 dias.

Durante a Comissão do impeachment, os Senadores precisaram votar por 86 questões de ordem. Por conta das interrupções realizadas diversas vezes, a sessão demorou mais de 12 horas e isso deve acontecer nas próximas reuniões. Isso porque avalia-se que a demora na Comissão pode atrapalhar a permanência do presidente em exercício, Michel Temer, no poder. O PMDB, ao contrário do #PT, tenta acelerar os trabalhos.