De acordo com consultores em recursos humanos, o mercado de trabalho na área de compliance deverá ser um dos segmentos que mais crescerá no Brasil nos próximos anos. A principal tarefa desse profissional é fiscalizar para que sua empresa cumpra os prazos pré-determinados e cumpra os contratos vigentes com a indústria. O profissional também será responsável por desenvolver leis que impeçam fraudes, além de organizar treinamentos para prevenir conflitos de interesses entre as empresas e sociedade.

Esse negócio já existe há mais de 40 anos em países da Europa e Estados Unidos. No final da década de 70, o FCPA (Foreign Corrupt Practices Act) foi implementado para tentar reduzir a corrupção nos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

De acordo com Natasha Patel, consultora de recrutamento pelo grupo Hays, o número de admissões em compliance aumentou muito nos últimos anos, principalmente no Brasil. Para Patel, além do ótimo salário, que varia entre 10 a 30 mil por mês, dependendo do grau de graduação do candidato, o profissional em compliance não enfrenta muita concorrência por vagas, diferente dos demais segmentos.

Ana Carracedo, coordenadora do departamento de compliance do grupo Votorantim, é responsável por supervisionar uma pequena equipe de profissionais da área. Atualmente, ela é graduada em economia e marketing e afirma que o segmento não exige uma graduação específica.“É normal encontrarmos advogados, economistas, entre outras graduações, como sociólogos ou psicólogos”, explica Carracedo.

Qualidades técnicas

Em geral, a área abrange uma diversidade de formações acadêmicas.

Publicidade

Para alguém se candidatar a uma das vagas, basta ter conhecimento em assuntos como legislação, meio ambiente, entre outros. Mesmo que o candidato não possua experiência em compliance, as últimas experiências como advogado ou contador já preenchem alguns requisitos básicos para a função.

Para Carracedo, existem muitos conteúdos de qualidade falando sobre compliance. Esses materiais estão disponíveis na internet. Uma recomendação é para que os interessados acessem a página da biblioteca virtual, NACD (National Association of Corporate Director, a página fala sobre diversos assuntos ligados a área. Além disso, disponibiliza aos interessados algumas orientações para quem pretende ingressar no segmento.

E após a Lava Jato?

As inúmeras prisões em operações da Polícia Federal acabaram reforçando o mercado compliance no Brasil. Para Carracedo, o mercado tende a manter seu vigor nos próximos anos. Em relação aos mercados futuros, ela acredita que o profissional em compliance ganhará uma tarefa relacionada aos planejamento de estratégias e organizações.

Publicidade

Para ela, o número de vagas no segmento aumentou devido as operações da Lava Jato. Em breve, esse crescimento se tornará irreversível. ''Os empresários está tendo prejuízos com as fraudes. Não é a toa que o número de profissionais ligados a esta área quase que dobrou nos últimos anos e continuará crescendo nos próximos anos''. conclui Carracedo. #Dicas #Curiosidades #Empregos