Os vereadores da cidade de Água Branca, no estado da Paraíba, tomaram uma decisão que deveria servir de exemplo para o restante do país, pois a partir do próximo ano todos os vereadores do município irão receber apenas 1 salário mínimo. Atualmente o salário pago a estes políticos no município é de R$ 2.700,00 mas eles acham que não devem receber mais que um salário e a decisão foi unânime, com todos os parlamentares achando que devem receber somente isto.

Para os vereadores da pequena cidade de Água Branca, o município não tem condições de arcar com estes gastos e além dos salários dos vereadores tem os valores pagos aos assessores, que são 3 para cada vereador do município.

Publicidade
Publicidade

Miraci de Souza, presidente da Câmara, informou que diante da crise não tem como ficar de braços cruzados, é preciso que cada cidade brasileira veja o que dá para fazer e cortar gastos. Ainda de acordo com Miraci, o município teve uma queda no orçamento de 50% só neste último mês e a forma que os vereadores encontraram para ajudar a população foi cortando no próprio salário.

E esta não é a primeira vez que a Câmara de Vereadores desta cidade fez algo para tentar amenizar a crise que castiga todo país e de forma especial o pequeno município. No ano passado, os vereadores chegaram a devolver à prefeitura o valor de R$ 5 mil. Para grandes cidades este valor pode ser até insignificante, mas para a pequena Água Branca o valor devolvido pelos vereadores foi utilizado na perfuração de um poço, o que ajudou muitas famílias que enfrentam a seca.

Publicidade

Atualmente mais de 8 mil litros de água por dia são retirados desse poço.

Agora a Câmara dos Vereadores está se mobilizando para que este ano consiga devolver ainda mais dinheiro para ser novamente utilizado no combate à seca, já que a cidade vem desde 2012 enfrentando sérios problemas com a falta de chuva. Os vereadores já conseguiram juntar R$ 10 mil e esperam conseguir ainda mais até o final do ano.

Todos esperam que o restante do país tenha estes vereadores como exemplo. Já pensou se a moda pega? #Corrupção #Crise no Brasil #Crise-de-governo