A Polícia Civil de Mogi das Cruzes está investigando desde 2014 um crime bárbaro. Um pai teria sido morto com a ajuda da própria filha. O nome do homem é Valdir de Oliveira Miranda, de 59 anos. Nesta quinta-feira, 09, quase dois anos depois do homem ser morto quando guardava o carro na garagem, investigadores divulgaram uma conversa da filha do falecido.

Menor de idade

Pelo WhatsApp, ela tramava a #Morte de quem a concebeu e criava. Na época, a garota tinha 17 anos e não foi presa por ser menor de idade. Ela foi apreendida só agora, já aos 19 anos. A irmã da jovem, que tinha mais de 18 anos na época do assassinato, negou que tenha tido qualquer relação com o crime, mas foi condenada com o homicídio. 

A menina tramava o assassinato do pai com o próprio namorado.

Publicidade
Publicidade

Ela chega a pedir ajuda, citando o nome de Deus, para que Valdir fosse morto. O homem do outro lado do telefone questiona se Valdir já estava em casa e diz que iria se encontrar com ela na casa dele. Sabrina de Jesus Miranda, hoje com 30 anos, apesar de não aparecer nas conversas, também teria ajudado no plano de execução do pai. O caso é investigado pelo setor de homicídios de Mogi das Cruzes. 

Mudança de depoimento pode inocentar irmã mais velha

Além delas, outros dois rapazes também teriam envolvimento com o crime. Eles estão apreendidos desde de dezembro de 2014. O homem estacionava o carro em casa, quando recebeu diversos golpes de faca no pescoço. Além do namorado, um amigo de Sabrina também foi apreendido pelo assassinato do pai dela. 

Nesta quinta-feira, em novo depoimento à Polícia Civil, a irmã mais nova, que não teve o nome identificado, confessou que pediu para que o pai fosse morto.

Publicidade

Ela negou que Sabrina soubesse de algo. A jovem disse que acreditou que nada aconteceria com ela por ser menor de idade. A filha caçula do morto revelou que pegou o carro escondido da irmão com o objetivo de ajudar os assassinos de seu pai. 

O homem morto não sabia que a menina namorava. Ela disse que o namorado usava drogas e que se seu pai soubesse do relacionamento, ele não aceitaria o romance.