Thales Vieira Fontoura. Ele tinha apenas 19 anos quando o pai foi morto brutalmente em 2013. Roberto de Campos Fontoura, de 40 anos, foi assassinado a pauladas naquele ano. A dor da perda de um ente querido teria mexido com a cabeça do rapaz. Nesta terça-feira, 14, de acordo com informações do R7 e da TV Record, o rapaz acabou sendo preso. A Polícia diz que tem indícios para dizer que ele matou os assassinos do pai. Ele nega. De acordo com investigadores, Thales Vieira Fontoura teria passado pelo menos dois anos planejando como daria o "troco" aos homens que teria tirado dele uma das pessoas que ele mais amava, o pai. 

O caso aconteceu na Zona Sul da capital do estado do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o R7, os supostos criminosos mortos por Thales são Cassiano Ramos Fortes, de 19 anos, e Alysson Fortes Biazetto, de 21 anos. Quem está à frente das investigações é o delegado Rodrigo Pohlmann Garcia. De acordo com ele, a investigação mostra que existem provas que o rapaz teria sido realmente o assassino dos matadores de seu pai. 

O garoto, no entanto, nega qualquer participação no #Crime. "Ele falou que não matou", argumentou ele aos investigadores. O rapaz diria ainda que estava em outro local quando ocorreu o novo assassinato. No entanto, o delegado diz ter provas, como testemunhas, que indicam que o rapaz, na verdade, estaria sim no local das mortes. Além disso, ele mesmo teria matado os supostos assassinos do pai. "Outras duas pessoas que teriam agido com Thales estão foragidas", confidenciou o delegado aos jornalistas.

Publicidade

Na época da morte de Roberto Campos Fontoura, um dos criminosos chegou a ser preso, acusado de ter cometido o crime. Esse foi Alysson, que acabou solto tempos depois. Nesse período, o filho do homem assassinado chegou a ser preso por portar ilegalmente uma arma de fogo. Ele foi liberado há pouco mais de um mês, quando teria matado os dois homens. A Polícia Civil diz que o filho teria planejado por pelo menos dois anos como se vingar dos assassinos do próprio pai.  #Investigação Criminal