O agora político Alexandre Frota usou o seu perfil oficial no Facebook nesta segunda-feira, 27, para tecer graves críticas contra o ator José de Abreu, contratado pela Rede Globo de Televisão. Segundo o partidário do deputado federal Jair Bolsonaro, do PSC do Rio de Janeiro, ele marcou um encontro com o profissional da dramaturgia em um restaurante. O ex-ator de filmes pornográficos argumenta que Abreu agora está tentando arranhar a reputação da professora da USP Janaína Paschoal, advogada que ajudou a formalizar o pedido de impeachment contra a presidente afastada Dilma Rousseff.

Em um Twitter oficial, José de Abreu faz diariamente comentários políticos.

Publicidade
Publicidade

Ele entrou em uma enorme polêmica após brigar com um casal em um restaurante de São Paulo. Após ser hostilizado por defender o Partido dos Trabalhadores (#PT), o ator levantou, começou a cantar o hino nacional brasileiro e depois cuspiu nos dois. Em uma entrevista polêmica dada ao vivo ao apresentador Fausto Silva, Abreu disse que não se arrependia do ato, mesmo após Faustão insistir algumas vezes que o gesto aconteceu em um momento de "cabeça quente". 

Após ficar ainda mais conhecido pelos "cuspes", Zé de Abreu, segundo informações de Alexandre Frota, foi convidado para cuspir no político em um restaurante. Segundo Frota, o encontro foi marcado através do WhatsApp, mas o contratado da TV Globo não apareceu. "Fiquei lá por duas horas e ele não apareceu", alega Alexandre Frota. Ele ainda chama o petista de "covarde do Brasil". 

Veja abaixo a publicação feita pelo polêmico famoso:

Também nesta segunda-feira, Alexandre Frota publicou uma foto sentado em um vaso sanitário e segurando um rolo de papel higiênico.

Publicidade

Ao lado dele, em uma fotomontagem, estava a imagem de uma professora que ficou conhecida por conta de um protesto realizado em frente ao MASP, na Avenida Paulista, São Paulo. Ela defecou em cima da foto do deputado Jair Bolsonaro. A situação atípica levou críticas até mesmo de membros contra Bolsonaro, que acharam que tudo tinha passado do limite.  #Crime