"Estou sendo vítima de censura da esquerda”, disse Allan Goldman ao site 'Tribuna do Ceará'. O cartunista foi demitido após tecer comentários polêmicos sobre um estupro coletivo de uma menina de 16 anos no Rio de Janeiro. Ele também utilizava um "avatar" na foto do seu perfil no Facebook, na qual avisava que votaria em 2018 para presidência da república do Brasil o deputado federal Jair Bolsonaro, do PSC do Rio de Janeiro.  Allan foi demitido publicamente no último sábado, 27. Uma empresa de quadrinhos publicou no Facebook que não aceitava dialogar com pessoas como ele. 

O nome da empresa é a Chiaroscuro Studios, uma das mais respeitadas no ramo de quadrinhos do mundo.

Publicidade
Publicidade

Ela representa diversos artistas conhecidos e dá espaço para fazer a carreira de talentos novos. A demissão do cearense foi um dos temas mais comentados da internet. Em grupos de política no Facebook, internautas se dividiram. Alguns acusaram a companhia de preconceito por demitir alguém por uma opinião. Já outros acharam que a empresa mandou super bem, mesmo expondo o rapaz no Facebook. 

“Eu continuarei conseguindo me sustentar sem a ajuda do Deus Estado que eles tanto amam”, disse o desenhista após a demissão, revelando que a empresa americana apenas representava uma parte de seus trabalhos. Ao site cearense, o cartunista nega que apoio ou faça apologia ao estupro. De acordo com ele, sua crítica foi a edeologia de gênero da esquerda. Ele contou que apenas tentava iniciar um debate sobre a relativização moral e judicial. 

O cartunista diz ainda que falar que ele fez apologia à violência e ao estupro é agir de má fé.

Publicidade

No entanto, muitos sites fizeram isso ao noticiar a demissão do rapaz. Ele ainda disse que hoje a sociedade tem dificuldades enormes de conviver com pessoas que pensem diferente. Por isso, ele acredita que está sendo vítima de uma enorme injustiça. O artista ainda alegou que sua demissão foi porque ele apoia Bolsonaro, que segundo ele, seria muito odiado por quem é de esquerda. O rapaz ainda acusou a esquerda de não saber o significado de democracia. #PT #Impeachment