Um dos programas criados durante o governo da presidente afastada Dilma Rousseff mais polêmicos é o 'Mais Médicos'. Através desse programa, o #Governo brasileiro contratou médicos cubanos para trabalharem onde profissionais de saúde não queriam exercerem suas profissões. No entanto, nem tudo funciona como se diz. Alguns desses médicos receberiam bem menos do que os profissionais brasileiros. Isso porque parte do pagamentos deles vai para o governo cubano. Além disso, alguns simplesmente estão sumindo dos seus postos. 

De acordo com informações do site 'Diário do Poder' em reportagem publicada nesta quarta-feira, 15, dois representantes dos médicos cubanos simplesmente sumiram das cidades de Piaçabuçu e Feliz Deserto, que ficam em Alagoas.

Publicidade
Publicidade

Eles teriam abandonado os postos de trabalho no período final dos seus contratos, conforme explicam as secretarias de saúde da região. A médica América Mirando, por exemplo, estaria desaparecida desde o dia 11. 

Segundo a secretária de saúde de Piaçabuçu, América Miranda disse que passaria o sábado em uma festa, mas nunca mais reapareceu. Na segunda e na terça a mulher não apareceu para trabalhar. A secretária disse que ficou preocupada, acreditando que talvez algo pior possa ter ocorrido. A representante do município disse então que eles foram até à casa da médica, mas que lá a maioria das roupas já havia sido retirada do local. 

Antes de deixar o plantão, a mulher chegou a pedir a ajuda de um dos funcionários do posto de saúde para que esse carregasse uma mala para ela. De acordo com a Secretária, a médica relatava que não tinha vontade de continuar no Brasil e que tinha saudades de Cuba.

Publicidade

Acredita-se que ela tenha voltado ao país onde nasceu e foi criada. O Ministério da Saúde e a Polícia Federal já foram informados sobre o desaparecimento da médica. A Polícia Civil também estaria investigando o que pode ter ocorrido. 

Ariel Hernandéz Moreno foi outro médico que abandonou o programa para cubanos. Ele simplesmente chegou ao posto de Feliz Deserto e entregou as chaves da casa que recebeu. O homem era tido como muito atencioso, frequentando até mesmo a casa de pacientes. #Dilma Rousseff