O estado de São Paulo ainda repercute a morte de um menino de 10 anos, assassinado durante uma perseguição policial. Ele e o amigo de 11 anos assaltaram um carro. De acordo com Policiais militares, o menor da dupla atirou contra os agentes e depois foi baleado. O menino de dez anos tinha uma ficha extensa de crimes. Há menos de uma semana de sua morte, ele já havia sido apreendido. De acordo com uma reportagem do SPTV realizada na noite deste sábado, 04, os dois garotos antes de furtarem o carro tinha roubado clientes de um hotel. O local é ponto conhecido de quem vai viajar, pois fica próximo ao Aeroporto de Congonhas. 

Em entrevista ao telejornal da TV Globo, Carlos Eduardo Ferraz, um dos seguranças da rede de hotéis furtada, disse que conheceu os meninos a partir do momento que viu a reportagem sobre a morte de um deles.

Publicidade
Publicidade

De acordo com ele, a dupla tentou roubar várias vezes os clientes de seu estabelecimento. Em abril, eles fizeram uma empreitada ainda maior, entrando nos quartos do local. Segundo o menino de 11 anos, que sobreviveu à ação da polícia, o objetivo da noite que terminou em tragédia era roubar apartamentos da região, mas ao ver um carro aberto, o garoto decidiu ser ousado. Mesmo sem saber dirigir bem, ele pegou o automóvel. A direção perigosa chamou a atenção dos policiais, que começaram uma perseguição. 

A rede de hotéis atacada pelos menores fez um registro de ocorrência do caso. No detalhamento desse registro, fica claro que os meninos reviraram tudo e pegaram dinheiro, bonés e óculos de marcas. O segurança diz que o garoto, mesmo tendo a pouca idade, fez ameaças de morte aos funcionários. "fala para o tio lá ficar esperto, que eu vou chegar lá e vou zerar ele", teria dito o menino. 

O pré-adolescente que deu depoimentos à Polícia confirmou que o amigo tinha arma.

Publicidade

A mãe dele, que já teve seis passagens pela polícia, nega que ele saiba mexer com um revólver e acusou os seguranças de terem plantado o objeto na cena do #Crime. O caso está sendo investigado.  #Investigação Criminal