Mais um fato inusitado marcou a passagem da tocha olímpica pelo Brasil. Na tarde dessa quinta-feira (23), ao seguir pela Avenida Getúlio Vargas, na cidade de Cuiabá, capital do Mato Grosso, um cidadão tentou apagar a chama usando um jato d'água. 

A passagem da tocha seguia como planejado pela organização. Muitas pessoas filmando e comemorando o evento. Quando mais à frente é possível ver, pelas filmagens publicadas nas redes sociais, jatos de água saindo de um prédio, indo em direção à equipe que conduzia a chama olímpica.

Como a quantidade de água era pequena não chegou a apagá-la, mas chamou a atenção das pessoas presentes.

Publicidade
Publicidade

O vídeo como episódio foi compartilhado nas redes sociais e visto como forma de protesto pelos moradores.

Veja abaixo!

Outro momento polêmico

Outro fato que aconteceu nessa semana, na passagem da tocha olímpica pelo Brasil, e que continua nos noticiários, foi a morte da onça pintada Juma, ocorrida na segunda-feira (20). A onça foi exposta, juntamente com outra conhecida como Sima, presas à uma corrente, durante as festividades na cidade de Manuas, na Amazônia.  

De acordo com o Comando Militar da Amazônia, após a cerimônia, o animal teria fugido da jaula de dentro do zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva e ido para cima de um soldado. Mesmo dopada e sob o efeito de tranquilizantes, teria avançado sobre o oficial que, por precaução, deu um tiro de pistola em sua direção. Juma morreu na hora. 

O caso gerou muita revolta e indignação na população desde então e tem permanecido entre os assuntos mais comentados nas redes sociais do país com as hashtags #oncajuma e #juma.

Publicidade

 

O Comitê Organizador da Rio-2016 chegou a emitir uma nota onde admitia ter errado ao permitir que um animal participasse do desfile, ainda mais sendo selvagem e estando acorrentado. A organização do evento demonstraram tristeza com final trágico de Juma, e garantiram que situações como essa não mais aconteceriam nos Jogos Rio 2016, pois a tocha é símbolo de união entre os povos e de paz. #Rio2016