Dois jornalistas famosos e que trabalham nas principais emissoras de televisão do país estão entrelaçados há anos por conta de uma polêmica. Paulo Henrique Amorim terá que cumprir imediata pena após ser condenado pelo #Crime de injúria racial. A determinação, de acordo com o site RD1, foi expedida pelo Ministério Público do Distrito Federal.

No último dia 15, o contratado da TV Record já havia sido condenado em segunda instância pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas advogados do profissional da mídia que defende em um blog a permanência da presidente afastada Dilma Rousseff no poder,  revelaram que irão recorrer. 

A condenação assinada pela Ministra Laurita Vaz é relacionada justamente a um dos textos publicados no polêmico blog do repórter, o 'Conversa Afiada', que já recebeu recursos de patrocínio do governo federal.

Publicidade
Publicidade

Paulo Henrique Amorim chamou Heraldo Pereira, que apresenta frequentemente o 'Jornal Nacional', da TV Globo, de “negro de alma branca”. Heraldo, que também bate uma bola diária sobre política com William Waack no 'Jornal da Globo, não gostou e decidiu processar o colega de trabalho. 

O caso já está rodando na justiça há sete anos. O texto foi escrito ainda em 2009, mas após vários recursos, Paulo Henrique Amorim tem conseguido se livrar de qualquer condenação. A Ministra Laurita Vaz, no entanto, solicitou que as cópias do processo sejam enviadas à justiça de Brasília, já que Heraldo abriu o processo na região. Caberá a um juiz 5ª Vara Criminal da capital analisar os documentos.

A Ministra manteve a condenação de 1 ano e 8 meses de prisão, mas segundo o RD1, o juiz de Brasília poderá decidir se Paulo Henrique Amorim deve mesmo cumprir a pena, ou ter ela revertida.

Publicidade

Tudo porque o profissional da mídia é considerado um senhor idoso, tendo hoje 74 anos de idade. Além da punição prática, o profissional deve ter que pagar uma multa a ser estabelecida. Geralmente, em casos assim, a parte perdedora é obrigada a pagar as despesas do processo de quem venceu, o que podem tornar altos os números a serem pagos por Paulo. #Investigação Criminal