O Partido dos Trabalhadores (PT) acabou "pagando um mico" por conta de uma publicação realizada por uma de suas páginas no Twitter. De acordo com o jornalista Felipe Moura, a publicação tentava  fazer uma distorção sobre falas do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes. A distorção de fatos espantou muitas pessoas e tem virado rotina para tentar conseguir militantes, especialmente na internet. Não faltam petistas compartilhando notícias antigas, como se fosse de agora.

Recentemente, o Senador Lindbergh Farias, eleito pelo Rio de Janeiro, chegou a criticar o desemprego no primeiro trimestre, dizendo que mal o presidente em exercício Michel Temer, do PMDB, assumiu o governo e as coisas começaram a piorar.

Publicidade
Publicidade

Os dados, no entanto, ainda eram do governo de Dilma. 

Dessa vez, o #PT, no entanto, exagerou. Chegou a dizer que Gilmar Mendes, que pode julgar o impeachment de Dilma, seria o líder da oposição no STF. Até isso, acaba sendo um erro, já que a oposição no momento é formada pelo próprio PT. Em seguida, o perfil no microblog de 140 caracteres insinuou que o Ministro não era justo, dizendo que ele teria dois pesos e duas medidas.

Na foto publicada, o perfil coloca o Ministro comentando áudios divulgados pela imprensa. No primeiro momento, Gilmar comenta o vazamento de uma conversa entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e #Dilma Rousseff. Ele diz que os fatos precisam ser apurados. No segundo momento, Mendes comenta a divulgação de áudios envolvendo peemedebistas. Ele chama o vazamento de crime.

Publicidade

É preciso lembrar, no entanto, que o vazamento do áudio envolvendo Lula e Dilma foi autorizado pelo juiz Sérgio Moro. O segundo vazamento, no entanto, especialmente os que envolvem as prisões dos peemedebistas, corriam em segredo de justiça. Existe a suspeita que alguém da Procuradoria-Geral da República tenha enviado as informações ao jornal 'O Globo', primeiro a noticiar os pedidos de prisões ao STF de nomes como José Sarney, Romero Jucá, Eduardo Cunha e Renan Calheiros. 

Ou seja, o PT igualou o inigualável e mais uma vez acabou recebendo represálias de internautas.