Na manhã deste sexta-feira, 24, o Reino Unido confirmou uma votação histórica. Habitantes do grupo decidiram sair da União Europeia. Entre outras coisas, o Reino Unido deve deixar de utilizar o euro. Após os britânicos darem a decisão, o primeiro-ministro David Cameron afirmou que o Reino Unido "deve buscar um novo primeiro-ministro" e anunciou a renúncia do cargo. A libra chegou a ter a sua maior queda em um único dia desde o ano de 1985, uma época em que ainda existia a chamada 'Guerra Fria'. De acordo com analistas, a saída do Reino Unido deve provocar um efeito cascata separatista não só na #Europa, mas também em todo o mundo. 

Essa decisão faz um movimento separatista brasileiro ganhar força.

Publicidade
Publicidade

Em diversas regiões brasileiras há registros de grupos organizados que lutam pela emancipação de uma região. No entanto, no Sul brasileiro é onde existe o movimento mais forte que se tem notícia. Com o lema 'O Sul é Meu País', o movimento separatista pede a independência da região. O principal objetivo seria gerir melhor a região. O grupo argumenta que os impostos pagos no Brasil são muito altos e boa parte do que é pago acaba sendo destinado à outras regiões do país, como o Nordeste. Com a separação, o Sul poderia crescer economicamente e se tornar uma potência na América do Sul. 

No passado, o Brasil já viveu movimentos separatistas. Muitos estados, por exemplo, foram criados e desfeitos. Onde hoje é a cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, por exemplo, já foi em um passado recente o 'Estado da Guanabara'.

Publicidade

Ainda é possível ver placas de instituições antigas que ainda utilizam o nome "Guanabara" como se fosse um estado a existir. 

O grupo separatista, como indicou uma reportagem realizada no início desse mês aqui na Blasting News, já existe há pelo menos 24 anos. Desde a matéria feita aqui no portal, a página do grupo ganhou mais de dois mil novos adeptos no Facebook, indo de 111 para quase 114 mil. Novas páginas na rede social também foram criadas. O grupo está presente no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e pede a independência do país tentando se ater à máxima legalidade. Com isso, realiza plebiscitos regionais e que tentar convencer que haja um regional.  #Governo