A atriz Sônia Braga publicou nesta terça-feira, 07, uma carta aberta contra uma opinião dada pelo Ministro da Cultura Marcelo Calero. No domingo, 05, em um programa de televisão, o Ministro de 33 anos disse que o protesto realizado pela atriz e a equipe do filme 'Aquarius' em Cannes foi "quase infantil" e poderia ter manchado a imagem do Brasil internacionalmente, além de não demonstrar a opinião de grande parcela da população brasileira.

Sônia, que protagonizou o filme, disse que um Ministro da Cultura não pode criticar artistas, mas sim fazer um diálogo com eles. Para a atriz, o fato de Marcelo Calero dizer que o protesto era totalitário, tentando representar a opinião do país inteiro, apenas demonstra que o chefe da pasta não conhece muito bem o significado de democracia plena.

Publicidade
Publicidade

De acordo com Sônia, o grupo caso estivesse falando no nome de todo o povo, sequer precisaria fazer um ato. Em seguida, ela disse que todos os brasileiros estão juntos, mesmo aqueles que pensam diferente da maioria.

"O Ministro da Cultura ofendendo artistas é inadmissível", continua a atriz que fez novelas como Gabriela, na TV Globo. Para ela, Calero precisa conversar mais com produtores culturais e entender o país. Em seguida, ela faz uma crítica à idade do Ministro, 33 anos. A atriz completa nesta quarta-feira, 08, o dobro da idade de Calero, 66 anos. A profissional da dramaturgia lembra que dedica seus últimos 50 anos às artes.  

Ela disse, por exemplo, que lutou em 1978 para que fosse criada uma lei que regulamentasse a profissão de ator. Em seguida, ela lembrou que neste ano Calero sequer tinha nascido.

Publicidade

"Por isso, não deve ainda ter tido tempo de aprender sobre os nossos problemas e os nossos direitos", encerra a atriz durante seu argumento.

Por conta do protesto em Cannes, Sônia foi muito criticada. A principal crítica veio pelo fato da famosa sequer morar no Brasil. Ela tem residência nos Estados Unidos e costuma visitar sua terra natal apenas nas férias, feriados ou quando surge uma oportunidade de trabalho interessante. #Governo #Dilma Rousseff #Impeachment