Suzane von Richthofen pode receber um cachê altíssimo para deixar que a história do assassinato que cometeu seja produzida por um canal de televisão. A informação foi confirmada nesta quarta-feira, 15, pelo jornalista Daniel Castro. De acordo com ele, a TV Record que produzir um filme e uma série sobre o drama que chocou todo o país. Suzane foi condenada a 39 anos por ter mandado matar os pais. O #Crime foi cometido pelo então namorado. A ação ocorreu em 2002. Richthofen já está a quase 14 anos presa. No Brasil, a pena máxima para um crime são 30 anos. A ação contra a família foi realizada em um bairro nobre da grande São Paulo. 

Segundo Daniel Castro, ainda não existe um roteiro sobre a história, mas que as negociações com a presidiária estão mega avançadas.

Publicidade
Publicidade

A Record já foi criticada diversas vezes por ajudar uma criminosa a se tornar uma celebridade. Na volta de Gugu à TV aberta, por exemplo, o apresentador entrevistou a loira, que naquela época estava tendo um romance homossexual na cadeia. Recentemente, Suzane voltou a ser notícia por ganhar uma "saidinha" da cadeia justamente no 'Dia das Mães'. Ela passou a data na casa do namorado.

A presa deu o endereço errado da família do namorado, o que pode a impossibilitar de ganhar novamente o benefício. Geraldo Luís chegou a entrevistar o novo amor de Suzane, que disse acreditar que a mulher chamada de psicopata não só se regenerou, como também o ama. Eles se conheceram no presídio de Tremembé, quando o rapaz visitava a irmã, que também está presa no local.

Curiosamente, Suzane já havia conseguido no passado diversas ações judiciais contra a Record.

Publicidade

Uma delas proibia a emissora de noticiar seus supostos relacionamentos homossexuais dentro da cadeia. Outra foi a proibição de captação de imagens dentro do regime fechado. Na época em que foi entrevistada por Gugu, o apresentador e a emissora precisaram assinar um laudo dizendo que tratariam a entrevistada com dignidade e que o material não seria exibido em outros programas do canal.  #Investigação Criminal #Rede Record