Vídeo com senadora petista Gleise Hoffmann hostilizada em aeroporto em Curitiba por um grupo de manifestantes, volta a ser compartilhado nas redes sociais.

Segundo informou sua assessoria, na época, ela estaria em Curitiba onde participaria de um evento na Assembléia Legislativa.

O evento seria sobre refugiados na Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP) e Gleise participaria como representante da Comissão de Direitos Humanos do Senado.

Momentos de humilhação

A senadora passou por momentos de humilhação ao chegar de viagem num voo ao aeroporto, a cena foi gravada em vídeo, por um manifestante e posteriormente publicado no YouTube.

Publicidade
Publicidade

O vídeo mostra um grupo que seguiu a senadora e outras pessoas que estavam em sua companhia, gritando palavras ofensivas e de ordem, seguindo-a desde o desembarque até o estacionamento.

A senadora petista, no vídeo, parece não se abalar com a hostilização pública sofrida, em nota ela diz que que considera um excesso a agressão, mas que este tipo e manifestação e própria da democracia.

Em relação ao incidente

Veja trechos da nota emitida: "Manifestações são próprias da democracia e é pela democracia que nós estamos lutando[...]", entendendo que as pessoas têm direito de se expressar, criticar e se manifestar.

Gleise ainda diz achar demasiado o ataque, vendo como agressão a ofensa e o insulto:"Participei a vida toda de manifestações e nunca destratei ninguém".

Na sua opinião, emitida na nota, isso nada constrói, "O que constrói é a troca de ideias, o diálogo".

Notícias da prisão de Paulo Bernardo

O vídeo com a senadora, volta à cena, logo após as notícias, veiculadas nesta sexta-feira (24), da prisão de seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo.

Publicidade

O ex-ministro foi preso por suspeita de envolvimento em escândalos de desvio de dinheiro das folhas de pagamento de funcionários públicos federais.

A senadora também foi notícia, com a Polícia Federal fazendo busca e apreensão em suas residências, sob suspeitas de recebimento de propinas para financiamento de sua campanha a senadora.

Dentre vários termos pejorativos audíveis no vídeo, a senadora foi chamada de “corrupta velha”, “assaltante”, veja no vídeo:

#Governo #Lava Jato #Corrupção