O vídeo do estupro coletivo no Piauí é mais um a cair nas redes sociais e gerar uma onda de protestos. Quem chegou a ver as imagens que circularam na internet ficou chocado com a covardia dos homens que abusaram de uma garota desacordada. A Polícia Civil daquele estado está agora investigando para tentar chegar aos culpados.

A jovem não havia feito a denúncia até então, pois alegou estar com vergonha e a polícia só ficou sabendo do que tinha ocorrido quando o vídeo foi publicado nas redes sociais. O estupro coletivo aconteceu no município de Sigefredo Pacheco, que fica a pouco mais de 160 km de Teresina, capital do estado.

Publicidade
Publicidade

Quem teve acesso ao vídeo viu quatro rapazes abusando sexualmente da garota inconsciente e as imagens mostram nitidamente quando dois deles tocam nas partes íntimas da jovem, que não conseguia reagir. A polícia quer saber se a jovem estava drogada ou qual seria o motivo dela ter "apagado" a ponto de não conseguir esboçar qualquer tipo de reação ao ser estuprada.

A garota de 21 anos era criticada enquanto violentada e um dos estupradores ainda chegou a criticar a falta de impunidade para este tipo de #Crime, ao dizer que no dia seguinte "todos eles estariam presos", mostrando, de forma irônica, total confiança de que nada aconteceria a eles.

Piauí vem registrando um número crescente de #Violência sexual este ano, e só neste mês de junho já é a terceira vez que acontece um estupro coletivo.

Publicidade

A vítima deste caso já foi encaminhada para fazer os exames no "Serviço de Atendimento à Mulher Vítima de Violência" e ela precisou tomar um coquetel de medicamentos ao chegar no Instituto Natan Portela. Este coquetel contém vários medicamentos que irão ajudar a evitar uma possível contaminação por doenças sexualmente transmissíveis.

O depoimento da garota estava marcado para a tarde desta terça-feira (14), a polícia espera obter novas informações que ajudem a chegar aos estupradores.

O estupro coletivo aconteceu dentro de um carro - essa é a única informação concreta que a polícia tem no momento, por isto conta com a ajuda da população para fazer denúncias de forma que se consiga descobrir os culpados e puni-los. #Casos de polícia