Uma garota foi estuprada por vários homens e eles ainda filmaram tudo, vindo a divulgar as cenas chocantes nas redes sociais. A polícia investigou o caso, chegou aos culpados e eles foram detidos, mas agora estão alegando que tudo não passou de uma "brincadeira", na qual eles estavam apenas querendo se exibir para os amigos.

Quatro suspeitos já estão presos por terem abusado de uma jovem de 21 anos no Piauí, na cidade de Sigefredo Pacheco, que fica ao norte do estado, entretanto, ainda há um foragido e a polícia pede para que a população denuncie sobre qualquer pista que possa levar ao estuprador.

Laércio Evangelista, delegado regional de Campo Maior, que está investigando o caso, foi quem revelou que os estupradores disseram que a gravação do #Crime foi só uma simples "brincadeira" para mostrarem aos amigos, entretanto, esta não é a interpretação da Justiça.

Publicidade
Publicidade

O vídeo traz imagens fortes, na qual a jovem aparece deitada no banco de um carro, desacordada, enquanto é estuprada por vários homens. O crime foi no dia 3 de junho, mas até hoje tem sido um dos casos mais comentados não só no estado do Piauí, mas em todo o Brasil.

O vídeo mostrando o estupro foi postado no WhatsApp no sábado, dia 11, e logo ganhou as redes sociais e muitos começaram a postar mensagens criticando tal atitude. No dia 16, quatro estupradores já estavam presos e o caso já está quase encerrado.

Só neste mês de junho, este foi o terceiro caso de estupro coletivo no estado do Piauí. As autoridades, juntamente com a população, vêm debatendo formas de reduzir estes números.

Neste caso, a jovem violentada tinha ido a uma festa em um assentamento conhecido por "Santo Antônio de Campo Verde".

Publicidade

Ela contou, que após tomar uma bebida oferecida por um dos estupradores, começou a sentir fraqueza, foi ficando tonta e acabou "apagando", não se lembrando de mais nada que aconteceu depois. Quando ela acordou, já estava em casa, enquanto o vídeo que mostrava ela sendo violentada já circulava pela internet.

O delegado informou que os quatro suspeitos presos confessaram o crime, mas disseram que estavam arrependidos.

Um detalhe importante neste caso já foi descoberto, que foi o fato de que, durante o abuso, uma outra garota, amiga da vítima, estava presenciando tudo e nada fez para impedir, inclusive, ela chegou a manter relação sexual com um dos estupradores depois do crime, já em uma casa localizada no assentamento. Enquanto a amiga estava tendo relações íntimas, a vítima estava na cama ao lado ainda desacordada.

Esta "amiga" da vítima já prestou seu depoimento e também está sendo investigada pela polícia. #Violência #Casos de polícia