Neste fim de semana, um crime chamou a atenção de todo o país, pois envolveu meninos menores de idade, um de 10 e outro de 11 anos. O de 10 acabou sendo morto por policiais militares depois de uma perseguição. O menino que sobreviveu deu dois depoimentos. No primeiro, ele confessa que o garoto teria atirado nos policiais. No segundo, ele disse que os profissionais de segurança teriam matado o amigo do #Crime depois que esse já havia se rendido. 

Um vídeo publicado neste domingo, 05, no entanto, pode ajudar a esclarecer o crime. Ainda não há certeza da veracidade do conteúdo das imagens adquiridas pela Blasting News, mas o vídeo já está sendo repercutido nos principais portais de notícias do país.

Publicidade
Publicidade

Nas imagens, o garoto de onze anos explica como o crime ocorreu e como foi a morte do amigo de dez anos, que levou um tiro na cabela. Não é possível dizer o autor da gravação. No entanto, pelo conteúdo da conversa, seriam dos agentes da lei que fazem diversos questionamentos ao menor de idade, que horas depois foi levado para uma delegacia de São Paulo. A demora no Registro da Ocorrência gerou diversas crítica. 

O sobrevivente diz que o menino morto o chamou para roubar um prédio da região. Em seguida, ele revela que o companheiro estaria portando uma arma de fogo. "ele falou pra mim 'vamos matar os moradores para dormir no prédio’", revela o garoto no depoimento. A fala pode colocar em dúvida outro depoimento, o da mãe da criança morta, que disse que o filho não sabia lidar com armas. Ela ainda acusou a Polícia Militar de ter plantado o revólver dentro do carro furtado. 

Um dos policiais pergunta no vídeo se o garoto ficou com medo da perseguição.

Publicidade

Ele confessa que sim e diz que pedia ao amigo para parar.  No entanto, o menor não teria atendido ao pedido do colega e disse que estava em fuga. O agente de segurança pergunta, já dizendo que o menino morto tentou atirar neles, se o menino confirmava a versão do crime. Ele diz que sim e que até chorou dentro do veículo. Não se sabe se  houve algum estímulo para as respostas dadas. 

Veja abaixo vídeo que está provocando polêmica:

#Investigação Criminal