O vídeo de um manifestante tentando apagar a tocha olímpica com um balde de água ganhou enorme repercussão nas redes sociais. Nas imagens o rapaz, de 27 anos, espera a passagem da tocha por uma rua da cidade de Maracaju, no estado do Mato Grosso do Sul, quando tenta apagar o fogo olímpico. O caso aconteceu na manhã deste domingo (27).

O jovem, que não foi identificado, afirmou que a tentativa de apagar a tocha olímpica se tratou de uma brincadeira. No vídeo é possível ver quando o suspeito espera a passagem de um dos corredores que carregava as chamas olímpicas e joga um balde de água sobre o homem. Por sorte, a água não chega a atingir o fogo em cheio e o comboio continuou.

Publicidade
Publicidade

Veja abaixo o vídeo do rapaz tentando apagar a tocha olímpica:

Logo após o atentado o suspeito aproveitou a confusão e tentou fugir se misturando na multidão que assistia a passagem do símbolo das Olimpíadas 2016 do Rio de Janeiro. Imediatamente equipes da polícia militar colheram depoimentos de testemunhas e fizeram buscas na região. Com base na descrição, os policias encontraram o rapaz parado, na frente da casa da mãe. Ao avistar os policias, ele tentou correr para dentro da residência, porém os agentes conseguiram entrar no local e prenderam o suspeito.

Ele foi detido e deve responder por danos ao patrimônio cultural. Na delegacia, ele se defendeu e afirmou que o caso se tratou apenas de uma brincadeira. Ele pagou uma fiança no valor de R$ 1 mil e foi liberado para responder ao crime em liberdade.

Publicidade

Morte de onça Juma também causa polêmica

Esse é pelo menos o segundo caso polêmico envolvendo o revezamento da tocha olímpica no Brasil nos últimos dias. No dia 20 de junho, a onça Juma foi morta logo depois de participar de um evento das olimpíadas em Manaus. O animal estava sendo transferido de jaula quando escapou e tentou atacar um oficial do exército. A onça então foi sacrificada com um tiro para evitar o ataque. O caso gerou enorme repercussão nas redes sociais e causou grande revolta. Defensores das causas animais questionaram os motivos de se usar um animal selvagem em um evento com grande aglomeração de pessoas. #Manifestação #Rio2016 #Taça Olímpica