Nesta quarta-feira, 15, a Senadora Simone Tebet, eleita pelo PMDB do Mato Grosso do Sul, causou surpresa na Comissão do impeachment do Senado. Professora de direito por doze anos ela deu uma aula de como se falar e também usar as leis no processo de impeachment. Usando extrema educação e elegância, a Senadora esculachou a bancada de Senadores do Partido dos Trabalhadores (#PT).

Tudo isso depois que o próprio PT começou a criticar membros peemedebistas estariam tentando abafar ou acabar com a principal investigação em vigor no país, a Lava Jato. A apuração gira em torno do dinheiro de corrupção desviado da Petrobrás. "Eu não me incluo nessas pessoas e peço, por favor, que seja restabelecida a verdade", argumenta

O momento de protagonismo da Senadora é muito importante para esse momento da política.

Publicidade
Publicidade

Isso porque a Comissão do impeachment enfrenta denúncias que não cabem diretamente ao processo contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Nesta quarta, por exemplo, o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, teve uma delação premiada divulgada pelo jornal 'O Globo'. Nas revelações feitas por ele, Machado conta que o presidente em exercício Michel Temer, do PMDB, teria pedido R$ 1,5 milhão em dinheiro de propina para a campanha de Gabriel Chalita à prefeitura de São Paulo. 

Tebet não citava Temer, mas lembrava acusações de petistas contra outros membros do PMDB. Isso porque a Procuradoria-Geral da República chegou a solicitar ao Supremo Tribunal Federal (STF) que mandasse prender José Sarney, Eduardo Cunha, Romero Jucá e Renan Calheiros. O Supremo acabou não apoiando o pedido feito por Rodrigo Janot. 

A Senadora então cita uma resolução assinada pelo próprio Partido dos Trabalhadores, que acaba criticando a #Lava Jato e o papel exercido pelo juiz federal Sérgio Moro.

Publicidade

Diferente das demais acusações, a resolução era formal, do próprio partido e de conhecimento público, já que foi noticiada por toda a mídia brasileira. 

Veja abaixo o vídeo com a declaração da Senadora que surpreendeu muitos: