Em entrevista exclusiva para a Blasting News Brasil, o advogado previdenciário José Luiz da Silva Pinto comentou sobre os principais problemas enfrentados pelo sistema previdenciário no Brasil e a suposta efetividade da proposta de reforma na Previdência.

''A Previdência Social é acometida pelos principais problemas estatais brasileiros: o principal é a ineficiência, gerada pelo conjunto das características estatais, como servidores ou a falta deles, despesas excessivas, sonegação, alta carga tributária, corrupção e a velha e conhecida burocracia excessiva. Agrava o cenário o envelhecimento da população e o aumento da demanda por benefícios'', afirma.

Publicidade
Publicidade

''Somada a tudo isso, temos a crise, que diminui a atividade privada e consequentemente gera desemprego, o que torna o sistema todo muito caro e insustentável''.

Para ele, ''as propostas de reforma até podem parecer que vão mudar algo, mas na verdade podem até agravar, pois o segurado que trabalha mais tempo pode vir a adoecer mais e quem tem que socorrer o trabalhador doente é a própria Previdência''. Diante disso, ''a solução não depende somente da idade mínima, ela deve ser estruturada levando-se em conta todo o sistema e suas consequências, basta ver o aumento de benefícios por incapacidade após a reforma da Previdência de 1998'', conclui. #Governo #Legislação #PrevidenciaSocial