Com os jogos do Rio se aproximando, a Abin intensificou a vigilância de pessoas suspeitas no país. De acordo com informações do jornal O DIA, mais de 40 brasileiros ligados ao #Estado Islâmico estão sendo monitorados pela agência de inteligência brasileira.

Em maio desse ano, a ameaça foi elevada para o nível 4 de 5, segundo o diretor da Abin, Wilson Trezza.

O Brasil já foi ameaçado no final de 2015, via Twitter, por um líder terrorista que postou na rede social: “Brasil, você será o nosso próximo alvo”.

O (COI) Comitê Olímpico Internacional afirmou às autoridades que mais de 400 mil pessoas já foram avaliadas antes das Olimpíadas, entre funcionários, jornalistas e terceirizados que irão trabalhar na competição.

Publicidade
Publicidade

O grande medo do Abin é que seja praticado algum ato terrorista por um infiltrado.

A Polícia Federal acredita que pelo menos dois brasileiros podem estar ligados a grupos extremistas. Uma paranaense de nome Karina Rayol, que está desaparecida desde março, estaria junto com jihadistas turcos. Um outro estudante não identificado, simpatizante do Estado Islâmico, está sendo monitorado por tornozeleira eletrônica e não pode chegar perto dos locais da competição.

O chefe da inteligência militar do Brasil, Christophe Gomart, disse que a Força Nacional assumiu a segurança para combater o terrorismo.

Segurança reforçada

A Abin (Agência de Inteligência Brasileira) vem se preparando muito para evitar qualquer atentado e vem traçando estratégias para reforçar de todas as maneiras a segurança de todo o país durante os Jogos.

Publicidade

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que cerca de mil homens da Força Nacional de São Paulo reforçariam a segurança do Rio. Essa preocupação toda é em função de muitos brasileiros terem se aliado ao EI em abril desse ano.

Recentemente, o ministro Raul Jungmann também admitiu que há uma grande preocupação com o Estado Islâmico, e pediu para que a população não ignore as ameaças.

Jogos

Os Jogos Olímpicos do Rio serão realizados entre os dias 3 e 21 de agosto de 2016. As paralimpíadas vão ser realizadas entre 7 e 18 de setembro de 2016. Estima-se que cerca de 400 mil turistas devem visitar o Brasil durante as competições. #Terrorismo #Rio2016