Casos de agressão são noticiados quase que constantemente no nosso país. Mas, esse chega a ser chocante devido ao nível de crueldade do agressor. Uma jovem de apenas 17 anos viveu momentos de terror por mais de um ano.

O agressor é o namorado da vítima, que tem 21 anos. O caso aconteceu em uma cidade do interior do estado de Goiás. Depois do pesadelo vivido pela jovem durante todo esse período, ela se encontra na companhia de sua família em Votorantim, estado de São Paulo.

As imagens são impactantes e mostram as cicatrizes deixadas pelas várias agressões ao qual foi submetida. A moça disse que não sabe quantas vezes chegou a ser agredida, pois parou de contar e chegou a desejar a morte devido a tanto sofrimento que estava passando.

Publicidade
Publicidade

A jovem, que está sendo acompanhada por médicos, sente muitas dores em seus braços, inclusive, ela precisou engessar um deles. Ela não consegue movimentar as mão direito, pois tem dois dedos quebrados e alguns trincados, sequelas da agressão. A jovem não demonstra nenhuma reação em relatar o pesadelo que viveu durante esse tempo. Ela disse que precisou aprender a suportar a dor sem que as pessoas percebessem.

Relacionamento com o agressor

Os jovens se conheceram durante um baile funk, na cidade de Votorantim, mal se conheceram e decidiram morar juntos. A moça conta que com apenas trinta dias juntos ele já a agrediu. Assustada, tentou fugir, mas recebia ameaças de morte. A motivação seria o ciúme doentio do rapaz.

Devido às ameaças, a jovem disse que teve medo de contar para os parentes o que estava passando e continuou o relacionamento.

Publicidade

O namorado não saía de perto dela nenhum momento, para evitar que ela contasse alguma coisa para os pais. Então, ela afirmava para a família que estava tudo bem.

Depois de alguns meses juntos, eles se mudaram para uma cidade no interior do estado de Goiás. A vítima afirma que o namorado contava para seus familiares que o motivo da mudança seria por conta de trabalho e que ele tinha parentes nesse lugar, porém, nunca chegou a conhecer alguém.

As agressões eram feitas com tapas, socos e até faca. A jovem conta que ele se divertia com o sofrimento dela.

Fim do pesadelo

No dia 12 de julho, o casal teve um acidente de trânsito. No momento em que a jovem foi atendida, perceberam os vários ferimentos em seu corpo, que não eram consequência do acidente. O rapaz foi preso no dia 18 de julho. A moça disse que deseja iniciar uma vida nova e quer esquecer o pesadelo que viveu. #Crime #Comportamento #Casos de polícia