Uma pesquisa publicada nesta terça-feira, 19, mostra como os brasileiros estão irritados com os jogos Olímpicos. A irritação é tão grande que cerca de 63% dos brasileiros acreditam que a celebração do esporte trará mais prejuízos que benefícios, além disso, metade dos entrevistados são contrários aos jogos. A pesquisa foi realizada pelo instituto Datafolha e divulgada pelo jornal 'Folha de São Paulo'. A irritação com os jogos é perceptível através das redes sociais. Gente que desde o revezamento da tocha olímpica está tentando fazer de tudo para prejudicar a imagem do Rio de Janeiro e do Brasil no mundo. Brasileiros que querem simplesmente apagar a chama que veio de Atenas, na Grécia.

Publicidade
Publicidade

Existem grupos que se organizam para pagar as multas para os "heróis" que tentam apagar a tocha saírem da cadeia. A multa é de em média R$ 1 mil.

Os cariocas, no entanto, estão um pouco mais entusiasmados com o evento. 47% acredita que haverá mais prejuízo do que benefício e 45% não concordam com a Olimpíada. Entre os motivos que levam muitos brasileiros a boicotar o evento está o fato dos jogos terem gastos bilionários. Arenas saíram por preços altíssimos. Muitas delas são desmontáveis e sequer poderão serem aproveitadas pela população local. A polêmica em torno dos jogos é tão grande que na madrugada desta segunda-feira, 18, o Veículo Leve Sobre Trilho, o VLT, foi pichado. Os governos negam que os jogos serão um prejuízo. Pelo contrário, garantem que muitas melhorias foram feitas na cidade com a desculpa de se fazer a celebração e que elas continuarão como o legado.

Publicidade

Entre o que foi feita está a expansão do Metro e do BRT. A Olimpíada começa no dia 05 sob a ameaça de que a segurança possa ser corrompida pelo terrorismo, especialmente porque foi revelado que um grupo extremista brasileiro tem relação direta com o Estado Islâmico. O governo brasileiro nega que haja grande temor contra isso e diz que essas pessoas estão sendo monitoradas pelos setores de inteligência. Militares estariam de prontidão para agir.  #Rio2016