Uma imagem tem amplamente sido compartilhada nas redes sociais. Ela exibe uma mulher nua sendo urinada por um cachorro. Muita gente encontrou em contato com nossa coluna para saber onde aconteceu o caso e se a mulher estava sentada na grama sem roupa para protestar. Pois bem, o caso teria acontecido no dia 26 de junho, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. O fato do cachorro ter feito xixi na artista ganhou destaque no 'Zero Hora', um dos jornais mais prestigiados do Sul do Brasil. O nome da mulher que passou pelo imprevisto é Carina Sehn. Ela tem 35 anos de idade e participava do 8º Festival Internacional de Teatro de Rua de Porto Alegre.

Segundo o 'Zero Hora', Carina fazia a apresentação chamada "In (penetrável)".

Publicidade
Publicidade

Para isso, ela decidiu ficar em uma espécie de cubo apertado e vazado. As dimensões do objeto são 70 cm por 70 cm. O objetivo da apresentação seria justamente o de provocar quem passava pelo bairro da Redenção, onde a armação feita com madeira foi montada. A mulher diz que sua apresentação faz as pessoas pensarem sobre as relações humanas e sobre a solidão. Ela chegou para o ato vestida com um lençol e um par de tênis. Depois de tirar os objetos, ela se inclinou na caixa e nua ficou ali durante vários minutos, sentada em um cubo vazado. 

Os cachorros, no entanto, acharam que o cubo de madeira era uma espécie de recanto. Vários deles aproveitaram para urinar na artista. Já as pessoas que viam tudo se dividiam, argumentando se aquilo era arte ou um "atentado ao pudor".

– Qual a moral disso? – argumentou em tom de pergunta um homem entrevistado pelo 'Zero Hora', que parece não ter entendido tão bem a proposta.

Publicidade

As imagens da atriz e de um dos cachorros que a urinou agora estão sendo usadas por grupos políticos. Na matéria original sobre o caso não se fala que o objetivo do protesto fosse discutir política, mas sim solidão. No entanto, a artista chega a ser tratada como participante de algum grupo do Partido dos Trabalhadores (PT), o que não passa de um boato, pelo menos de uma informação não confirmada.  #É Manchete!