Neste sábado, 30, faltando seis dias para começar os jogos olímpicos, um carro bomba foi encontrado em um posto de gasolina na Bahia. O caso aconteceu, segundo informações do portal de notícias G1, no bairro Barra do Pojuca, em Salvador. A bomba estava na parte de baixo do veículo do tipo caminhonete. Felizmente o explosivo não explodiu e uma tragédia não aconteceu, não fazendo, portanto, feridos. De acordo com o G1, entidades militares confirmaram a presença da bomba no veículo. A Polícia Militar e a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP) cuidam do caso. 

De acordo com os militares, o dono da caminhonete estava em uma dia comum, quando decidiu abastecer o carro.

Publicidade
Publicidade

No entanto, o frentista ao abaixar notou que havia algo estranho e chamou a atenção do motorista. Os dois estão descobriram que o veículo carregava uma bomba ou algo que acreditava-se ser uma bomba. Com medo do que pudesse acontecer, já que o local onde eles estavam é de grande perigo para explosões, um posto de gasolina, eles decidiram chamar a Polícia Militar. 

Moradores chegaram a acreditar que não havia bomba nenhuma e que o alarme era falso. No entanto, a bomba realmente era de verdade. O Esquadrão Antibombas e o Bope precisaram ser chamados para avaliar o explosivo. O artefato foi retirado com todo o cuidado necessário. A área foi cercada para evitar que curiosos pudessem se aproximar, novamente garantindo a segurança de todos.

Os órgãos especializados disseram que a bomba era feita com uma garrafa refrigerante e à base de pólvora.

Publicidade

Qualquer trepidação mais violenta da caminhonete poderia fazer ela explodir. O artefato não seria de grande impacto para explosão, mais suficiente para colocar fogo no carro e até matar o motorista. Caso a detonação fosse no posto, esse impacto aí seria maior. No entanto, não se sabe se o carro, o dono dele e o posto de gasolina tem qualquer relação. O motorista do veículo disse que a caminhonete passou a noite na porta de sua casa e não soube explicar porque poderia vir a ser alvo de um atentado. O nome dele não foi revelado.  #Terrorismo #Crime