Um dos participantes do último Big Brother Brasil, Laércio de Moura, que está preso desde 16 de maio, não está com sorte. Isso porque a #Justiça do estado do Paraná aceitou uma denúncia feita pelo Ministério Público, o acusando de fornecer bebida alcoólica a menor de idade, estupro de vulnerável, tentativa de estupro e por fornecer produtos que causam dependência química em adolescentes ou crianças, além de tráfico de drogas. Com isso, o ex-BBB passou a ser réu.

Ainda tem mais: quando o Ministério Público do Paraná fez uma vistoria na casa de Laércio, acabou encontrando materiais que continham pornografia infantil, no entanto, esse crime não foi incluso, ainda, na denúncia, porque a Justiça do Paraná até o momento não analisou o material recolhido.

Publicidade
Publicidade

Laércio teria abusado de uma adolescente de 13 anos, em 2012 e, somente agora, a adolescente, agora com 17 anos, resolveu denunciar o seu abusador.

De acordo com a delegada Daniela de Andrade, que participou das investigações, o ex-BBB e a jovem vinham mantendo um relacionamento amoroso desde então. Segundo a adolescente, eles se conheceram em um evento que aconteceu na cidade de Curitiba e, a partir dali, ele teria passado a mandar mensagens para a jovem. De acordo com o portal G1, a família da garota não estava sabendo que ela se relacionava com um homem de idade superior à dela e só vieram a ter conhecimento disso quando a polícia já tinha procurado a jovem.

Laércio se defende

Laércio também passou a ser suspeito de fornecer bebida alcoólica a alguns adolescentes, no entanto, ele e o seu advogado negam tal acusação, De acordo com a delegada que acompanha esse caso, a partir do momento que Laércio passou a ser visto participando do reality show da #Rede Globo de TV, outras denúncias passaram a surgir contra ele.

Publicidade

Em defesa do ex-brother, o seu advogado, Ronaldo Santiago, defende que as acusações contra Laércio não têm fundamentos e principalmente, que a garota envolvida nesse caso mentiu que para o ex-BBB ao supostamente confirmar a ele que era maior de idade. O advogado ainda explica que Laércio e essa adolescente só se viram pessoalmente apenas uma vez, quando se conheceram, depois disso, o único contato que teriam tido foi por meio de comunicação via rede social.

BBB edição 2016

Quando estava participando do BBB 2016, Laérciou teria afirmado que gostava de se relacionar com adolescentes de 17, 18 e 20 anos, em conversa com a ex-BBB Ana Paula, no dia 21 de janeiro. A partir daí, de acordo com a polícia, o rapaz passou a ser investigado pelo Ministério Público. #BBB Big Brother Brasil