Um procedimento cirúrgico, realizado em junho do ano de 2015, levou uma clínica #Veterinária a ter que indenizar o cliente. O estabelecimento está localizado na localizada na Avenida Fernandes Lima, em Maceió. O cachorro atendido no local veio a óbito, de acordo com as informações do site Gazeta Web.

Veja tambémVídeo mostra mulher que morreu sendo arrastada por um tigre em um zoológico

Segundo o relato, o animal foi levado ao estabelecimento para ser submetido a uma orquiectomia (castração). Ao sair da clínica, o dono relata que ele estava abatido e sem reação. Quando informou isso na clínica foi avisado de que era uma reação normal após o procedimento anestésico.

Publicidade
Publicidade

O animal foi levado para casa, mas piorou. O tutor teria ligado novamente para a clínica que encaminhou um médico veterinário até a casa para realizar o atendimento. Mesmo assim, o cachorro não melhorou e acabou morrendo.

Encaminhado para a necropsia, o laudo apontou que ele teve um trauma na artéria testicular direita e que isso fez com que o animal tivesse hemorragia interna, vindo a óbito. A cirurgia de castração teria sido responsabilizada pela morte do animal.

O caso acabou na #Justiça e a decisão do juiz da 7ª Vara Cível da Capital, Luciano Andrade de Souza, foi a de condenar a clínica, que terá que pagar indenização para a tutora. O valor total é de R$ 13.436,80. Essa decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta quinta-feira (28).

Para que o juiz chegasse a este valor, ele considerou que a morte do animal decorrente da conduta da clínica causou forte sofrimento ao tutor.

Publicidade

Ainda de acordo com a decisão, como houve o dano e foi comprovada a “conduta ilícita do demandado”, legalmente a empresa tem que reparar o dano como manda a legislação.

Por isso, a clínica foi condenada a pagar R$ 12 mil por danos morais causados ao tutor do cão que morreu, R$ 200 pelos danos materiais, incluindo o valor pago pelo procedimento cirúrgico, além de R$ 1.236,80 também de dano material, que foi o valor pago pelo animal.

Segundo o site que deu as informações, todas elas são referentes ao processo nº 0724104-59.2015.8.02.0001. #Animais