Um dos principais cartões postais da cidade Belo Horizonte/MG, o Conjunto Arquitetônico da Lagoa da Pampulha, será avaliado na próxima sexta-feira (15) pela UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura- em uma reunião na Turquia e poderá se tornar Patrimônio Cultural da Humanidade

Os quatro prédios com estilo modernistas que ficam em volta da Lagoa da Pampulha fazem parte de uma idealização do prefeito dos anos 40, Juscelino Kubitscheck, e foram projetados pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer. Os prédios foram construídos com finalidades distintas e firmaram uma parceria que se estendeu até a criação de Brasília, também idealizada por JK quando foi Presidente do Brasil. Oscar Niemeyer dizia que a Pampulha foi o início de Brasília, que teve os mesmos problemas, a mesma correria e o mesmo entusiasmo em sua construção. 

O conjunto idealizado incluía o Iate Clube, o Cassino, a Casa do Baile e a Capela de São Francisco.

Publicidade
Publicidade

O primeiro projeto a sair do papel foi o Cassino, em 1943, também conhecido como "Palácio de Cristal", devido aos vidros espelhados que ficam em volta do prédio, e eles tinham a intenção que se tornasse um local de jogos semelhante ao Palácio de Quitandinha de Petrópolis e ao Cassino de Urca, no Rio de janeiro. A proposta era reunir restaurantes e grandes salões em um ambiente de #Entretenimento e #Turismo que atraísse a alta sociedade da época. 

O local foi fechado em 1946, ano em que ficou proibido o jogo no Brasil, e só reabriu em 1957, já transformado em Museu de Arte da Pampulha- MAP, que contém um conjunto com mais de 1.400 obras.

A Igrejinha da Pampulha foi a primeira igreja moderna do Brasil. Oscar Niemeyer se juntou ao pintor Santa Rosa para desenvolver o projeto de decoração interna dos edifícios, os jardins que ficam em volta dos prédios foram planejados por Burle Marx.

Publicidade

O Conjunto Arquitetônico também teve a participação do famoso artista plástico Cândido Portinari, que fez os quadros da Via Sacra da capela, além de desenhar os azulejos da parte posterior e o mural do fundo do altar. Ademais foram acrescentadas ao ambiente estátuas de Alfredo Ceschiatti, August Zamoiski e José Pedrosa.