A jovem Cristiane de Oliveira Goiris, com apenas 21 anos de idade, morreu na manhã deste dia 26 de julho, terça-feira, após dois dias de internação no Hospital de Dourados, município localizado em Mato Grosso do Sul. 

Cristiane estava de carona na motocicleta pilotada pelo namorado, Justo Dário Romero Ramires, de 53 anos, quando ambos foram atingidos em cheio por uma carretinha de reboque que acabou se soltando do veículo da frente. 

Ramires faleceu na hora, no local em que ocorreu a colisão, vítima de um traumatismo craniano, mas Cristiane, que chegou a ser resgatada rapidamente por uma equipe de emergência, não resistiu aos graves ferimentos causados pelo impacto e pela consequente queda no asfalto.

Publicidade
Publicidade

A causa exata da morte da mulher ainda não foi divulgada pelo hospital. 

O #Acidente, que ocorreu na rodovia MS-164, teria como responsável um senhor com idade de 77 anos, motorista do veículo do qual a carretinha se desprendeu. Segundo apuração realizada pelos jornais locais, o reboque foi produzido de forma artesanal e não possuía qualquer identificação ou autorização para ser utilizada, principalmente em vias expressas. 

As famílias de Justo Dário e de Cristiane não divulgaram informações sobre a realização do velório e do enterro. 

Homem morre após cair de telhado em Dourados

Um acidente de trabalho tirou a vida de Nilson Lopes de Lima, no bairro do Segundo Plano, localizado no município de Dourados, em Mato Grosso do Sul. 

Nilson prestava serviço em uma casa da cidade e faleceu após cair acidentalmente enquanto fazia ajustes e reparos no telhado. Segundo informações de testemunhas, o beiral, fileira de telhas que forma uma espécie de borda, acabou cedendo resultando na queda do trabalhador que não encontrou suporte para se segurar. 

Uma equipe dos bombeiros se deslocou rapidamente até o endereço do acidente, mas não houve tempo hábil para salvar Nilson que já não apresentava nenhum sinal de vida. 

Não foram divulgadas informações sobre o velório e enterro do prestador de serviços.  #Violência #Casos de polícia