Nesta sexta-feira, 08, o ex-presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha, do PMDB do Rio de Janeiro, publicou uma carta aberta contra a Rede Globo de Televisão. O texto faz revelações sobre como funcionaria o jornalismo no canal e ataca principal o principal telejornal da emissora, o 'Jornal Nacional', cujo apresentador principal e editor-chefe é William Bonner. O repórter é um dos principais gestores de informação da Globo. O texto foi publicado por #Eduardo Cunha depois de ele anunciar em uma coletiva ao vivo, transmitida por vários canais, inclusive a própria Globo, que estava renunciando à presidência. Eduardo Cunha ainda mantém o mandato, mas deve ser julgado nessa semana pelo Conselho de ética do parlamento. 

No texto, Eduardo Cunha diz que o comportamento do jornalismo da Globo é antiético e que existiria uma espécie de complô contra ele.

Publicidade
Publicidade

Além disso, ele acusa os repórteres do canal de não darem espaço de suas respostas durante a reportagens, que nos últimos dias ganharam muito espaço com o protagonismo de Cunha no noticiário, tido até então como um dos homens mais poderosos do governo. 

“Nos últimos tempos, a produção ou reportagem do Jornal Nacional, que vai ao ar às 20:30 hs, apresentava suas demandas por volta das 19:00 hs", começa ele a reclamar sobre a falta de tempo de defesa. Em seguida, ele disse que o telejornal foi diminuindo esse tempo, chegando a apenas 13 minutos nessa semana decisiva. O político diz que, mesmo com o aperto dos horários, estava prontificado a gravar com repórteres da Globo, mas que novamente não quiseram ouvir suas respostas. Muitos dos seguidores também concordaram com a falta de tempo manifestada por ele. 

"Sempre achei tendenciosa as matérias de jornalismo da globo.

Publicidade

Além de muito fracas e nesse caso virou bode espigatório, pelo fato do deputado seguir a Deus. Diria até perseguição mesmo. Lixo de globo", publicou um apoiador do político, que recebeu em troca uma curtida do deputado. 

Veja abaixo o texto completo do ex-presidente da Câmara dos deputados:

#Rede Globo