Nesta sexta-feira, 15, um fato quase passou desapercebido durante a exibição do 'Mariana Godoy Entrevista'. A apresentadora da RedeTV! entrevistava ao vivo o deputado federal Fausto Pinato, eleito pelo Partido Progressista, o PP. No entanto, ao comentar a corrupção no Brasil, o político acabou colocando a culpa do crime cometido pelos colegas nos próprios eleitores. Pior, disse que isso era culpa de quem mora no Norte e no Nordeste. Não demorou muito para que Fausto fosse agredido verbalmente nas redes sociais, além de ser acusado de xenofobia. 

Para muitos, no entanto, Fausto foi apenas mal interpretado. Ele que é da base aliada do presidente em exercício Michel Temer, do PMDB, estaria a fazer, na verdade, uma crítica da política construída ao longo dos últimos anos pelo Partido dos Trabalhadores (PT), legenda da presidente afastada Dilma Rousseff e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

“Não são só os políticos que tem que parar com a corrupção.

Publicidade
Publicidade

Muitas vezes os eleitores levam os políticos a praticar corrupção, ele vendem o voto, é uma questão cultural do brasileiro, principalmente do norte e nordeste”, argumentou durante seu discurso feito no programa ao vivo. Como a transmissão era feita em tempo real, não tinha muito como editar o conteúdo. A apresentadora da RedeTV! parecia não acreditar que o político paulista havia dito realmente aquilo. 

Mariana Godoy não gostou, assim como muitos internautas, que alegaram que o político fez cara de nojo ao se referir ás duas regiões do país. A jornalista disse que o que acontece é que o povo do Norte e do Nordeste, infelizmente, tem um nível educacional mais baixo. Por isso, seria mais fácil de corromper essas pessoas. 

Não é a primeira vez que os eleitores do Nordeste brasileiro se veem no meio de uma polêmica.

Publicidade

Em outras ocasiões, a população local chegou a ser acusada por simplesmente receberem benefícios sociais, um dos mais polêmicos deles é o 'Bolsa Família', no qual as famílias recebem uma quantidade de dinheiro todos os meses.  #Governo #É Manchete!