Os Jogos Olímpicos estão prestes a começar. No próximo dia 05, a abertura das Olimpíadas acontecerá no Rio de Janeiro. Muita gente terá que pagar caro para ver a cerimônia de abertura, que terá shows de nomes como Anitta e Gilberto Gil. O ingresso mais barato (comprado com grande antecedência) custou R$ 200, já o mais caro R$ 4,6 mil. No entanto, Senadores e deputados não precisarão pagar um centavo sequer para ver o show da poderosa funkeira no Maracanã. A informação foi confirmada neste sábado, 16, pela coluna 'Estadão', do jornal 'O Estado de São Paulo'. 

O Comitê Olímpico Internacional diz que ele quem vai bancar 1.188 ingressos para os 594 Congressistas e seus acompanhantes.

Publicidade
Publicidade

No entanto, como sabemos, as obras faraônicas dos jogos também tiveram grande iniciativa do poder público. Bilhões de reais foram investidos para trazer os jogos ao Brasil. Além disso, por se tratar de um evento público, os Congressistas poderiam usar a verba de gabinete para se deslocar ao Rio de Janeiro. Essa verba é claramente bancada pela população brasileira. Além disso, estranha o fato de nomes que recebem bem ganharem ingressos gratuitos e o povo ter que pagar milhares de reais por lugares com não tando destaque. 

Outras personalidades como ex-presidentes e até Dilma Rousseff já foram convidados. De todos os parlamentares convidados, segundo o jornal, 150 deles já aceitaram ir até ao Rio de Janeiro para ver o momento que será memorável para o esporte brasileiro. O Comitê Olímpico, segundo o jornal 'O Estado de São Paulo', teria deixado de receber R$ 1,6 milhão.

Publicidade

Mas parece que isso não foi um problema para os organizadores, que ainda deram dicas de como os políticos devem ir trajados, usando o traje passeio completo. A maioria deles devem ir com as esposas e maridos. 

O jornal garante que o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos justifica os ingressos gratuitos argumentando que deputados e senadores são “personalidades que representam o Brasil”. Ou seja, além de dar seu voto, você acabou dando um ingresso para esses políticos. Um não, dois.  #Governo #Rio2016