O corpo de Eliza Samúdio ou os restos mortais que restaram de seu cadáver podem ser encontrados pela Polícia Civil. Isso se o irmão do ex-goleiro Bruno, Rodrigo Fernandes, estiver falando a verdade sobre o destino macabro que teria tido a ex-amante do atleta que fazia carreira no Flamengo e era um dos favoritos a integrarem a seleção brasileira. De acordo com Rodrigo, o corpo de Eliza estaria em uma cidade do interior de Minas Gerais. Ele revelou que tem um pacto com várias pessoas, que envolveriam desde jogadores famosos, que ainda estão em campo até o Comando Vermelho, uma famosa facção criminosa do Rio de Janeiro. As revelações foram feitas à TV Meio Norte, do Piaí. 

Segundo o irmão do ex-goleiro Bruno, ele não contou nada ainda porque tem medo de ser morto.

Publicidade
Publicidade

Rodrigo, que foi preso acusado de ter participado de um estupro, diz ter provas que participou do #Crime da ocultação do cadáver de Eliza. Ele argumenta que isso não pode ser mais negado, como a própria delegacia de Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro teria dito. Além do Comando Vermelho, quem teria participação no sumiço da mulher que teve um filho do ex-atleta é o PCM, o Primeiro Comando do Maranhão. Ele, no entanto, negou dar detalhes sobre qual sua atuação no grupo, lembrando novamente que poderia ser morto por falar demais. 

O irmão de Bruno deixou subliminarmente no ar que sabe sim onde está o cadáver de Samúdio, mas que isso só interessaria á justiça. Questionado sobre o fato de ter ou não coragem de incriminar o próprio irmão, o presidiário deixou claro que para se salvar não salvará o ex-goleiro.

Publicidade

A última vez que os dois estiveram juntos teria sido em 2013, quando Rodrigo visitou o ex-contratado do Flamengo na cadeia. Recentemente, Bruno se casou com uma dentista na cadeia. Ele nega ter matado ou mandado matar a ex-amante. 

Segundo o parente do jogador que fez as revelações, jogadores famosos, que ainda estão em atuação no futebol brasileiro. Ele, no entanto, não revelou o nome de nenhum deles. O caso choca o Brasil.  #Investigação Criminal