A abertura dos Jogos Olímpicos está se aproximando e vai acontecer no dia 5 de agosto com início oficial as 20h, no Estádio do Maracanã, na cidade do Rio de Janeiro. Na data, será acesa a Pira Olímpica e também acontecerão show de diversos artistas.

O COI (Comitê Olímpico Internacional) convidou para participar do evento ex-presidentes brasileiros como José Sarney, Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva; a então afastada presidente Dilma Rousseff; e Michel Temer, que fará o pronunciamento oficial da abertura dos #Jogos.

O convite acabou não sendo bem aceito por todos e alguns já manifestaram que não irão comparecer ao evento.

Publicidade
Publicidade

Fernando Henrique Cardoso, que comandou o país de 1995 a 2002; e Luiz Inácio Lula da Silva, presidente de 2003 a 2011, exercendo dois mandatos, afirmaram que não comparecerão à festa.

O caso mais polêmico foi o da afastada presidente Dilma Russeff, que se manifestou publicamente sobre o assunto. Ela afirma que não pretende participar da Olimpíada em uma ‘posição secundária’ porque esses jogos são ‘fruto de um grande trabalho do ex-presidente Lula’. Complementa ainda que existiu um grande esforço do governo federal em viabilizar a infraestrutura para a realização dos jogos, como a Vila de Deodoro e o Parque Olímpico. Aproveitou ainda para ressaltar que tudo que for relacionado à Vila dos Atletas é de responsabilidade de uma parceria público-privada feita com a Prefeitura do Rio e o setor privado.

Publicidade

No seu discurso, ela ainda aproveitou para falar sobre as obras inacabadas que têm gerado grande polêmica nos últimos dias. Segundo ela, a Vila dos Atletas, de responsabilidade da prefeitura do Rio, é a única infraestrutura que tem problema a ser resolvido.

Diante da manifestação dos que afirmaram que não participarão da abertura dos Jogos Olímpicos 2016, a tradição de aparição de autoridades no evento será quebrada. Agora só resta saber se Sarney e Collor aceitarão os convites, pois ambos ainda não se manifestaram sobre o assunto. #Dilma e Lula #Rio2016