Nesta segunda-feira, 04, começou mais uma das etapas da Operação Lava Jato, a etapa 'Abismo', que já é a de número 31 da investigação conduzida pelo juiz federal Sérgio Moro. Segundo informações do UOL, essa parte da apuração investiga o ex-vereador do Partido dos Trabalhadores (#PT), Alexandre Romano, mais conhecido como Chambinho. Ele teria intermediado dinheiro de corrupção envolvendo obras em um setor de pesquisa da Petrobrás. Chambinho teria agido a mando do ex-tesoureiro do partido que reelegeu a presidente afastada Dilma Rousseff, Paulo Ferreira, que está preso. 

O pedido de prisão contra Paulo Ferreira foi expedido pelo homem que virou uma espécie de herói nas investigações, o juiz federal Sérgio Moro, que neste ano chegou a receber o título de uma das 100 pessoas mais influentes de todo o planeta pela revista americana 'Time'.

Publicidade
Publicidade

Alexandre Romando já teria confessado que usou suas empresas para ficar com mais de R$ 1 milhão de grana do povo. Os valores teriam ajudado até a bancar uma Escola de Samba. O nome dessa, no entanto, ainda não foi revelado pelos investigadores.

Os contratos pelos quais o dinheiro chegava eram simulados e repassados a laranjas. Além da Escola de Samba, também teriam recebido dinheiro de propina blogs que falam bem do partido e dizem hoje que o processo de impeachment é um "golpe parlamentar". Diversos blogs tiveram uma ação dura do presidente em exercício, Michel Temer, do PMDB, que decidiu passar a navalha na carne e proibir o dinheiro de publicidade do governo a essas entidades. Temer justificou dizendo que o importante era investir em publicações isentas e não opinativas. 

O investimento na escola de samba mostra o poder da velha política no país.

Publicidade

Através da festa, durante décadas, políticos fizeram o povo praticamente entrar em um esquecimento. Muito por isso, hoje shows com artistas são proibidos durante campanhas. A medida ajudou a evitar o roubo dos cofres públicos para ajudar a eleger candidatos, especialmente em prefeituras afastadas dos grandes centros.  #Lava Jato #Carnaval