Na internet podemos encontrar de tudo, inclusive dicas de como praticar um ato terrorista durante as Olimpíadas no Rio de Janeiro e quem dá as dicas é o próprio Estado Islâmico, que encontrou na rede mundial de computadores uma importante ferramenta para propagar a violência. Outros grupos jihadistas também estão utilizando a web para convocarem novos seguidores que vão sendo formados em "cursos à distância". A pessoa pode ser um "lobo solitário", ou seja, atuar individualmente durante os jogos olímpicos, promovendo um #Ataque Terrorista.

O Estado Islâmico dá dicas para os principais alvos e entre eles estão as delegações e turistas de alguns países, principalmente aqueles que vierem dos Estados Unidos, França, Israel e também da Inglaterra.

Publicidade
Publicidade

Uma das dicas divulgadas pelo EI na internet é que a pessoa utilize um drone com alguns explosivos para alcançar locais mais difíceis. Outra dica é promover acidentes no trânsito e ensina até como utilizar medicamentos ou veneno para promover o terror nas Olimpíadas a serem realizadas no Rio de Janeiro em menos de um mês.

O grupo terrorista tem utilizado aplicativos de troca de mensagens para formar seus seguidores, inclusive o Telegram e o WhatsApp, através dos quais são passadas outras informações para que os "lobos solitários" se sintam preparados e motivados a realizarem os ataques.

Recentemente o #Estado Islâmico usou o Telegram para criar um grupo onde era divulgada a propaganda dos terroristas e tudo em português, facilitando ainda mais para os brasileiros interessados. Com isto muitas pessoas se interessaram, preocupando o governo e autoridades brasileiras.

Publicidade

"Ansar al-Khilafah Brazil" é o nome do grupo e promete dar muito trabalho para o órgão de inteligência brasileiro, que tem pouco tempo para impedir possíveis ataques.

Pela internet, o EI dá dicas para os seguidores aproveitarem que nas favelas do Rio de Janeiro a criminalidade é grande e fica mais fácil conseguir seguidores. As armas podem ser conseguidas pelo Paraguai e assim, pela internet, o grupo terrorista vai dando todas as dicas para quem quiser ajudar a levar terror aos Jogos Olímpicos.

A Polícia Federal conseguiu prender alguns suspeitos, mas estima-se que o número de brasileiros seguidores do Estado Islâmico seja muito maior. #Terrorismo