Depois do governo federal dizer várias vezes que não existia qualquer risco de ataque terrorista no Brasil durante os jogos olímpicos do Rio de Janeiro, a Polícia Federal realizou a primeira prisão com base na lei antiterror nesta quinta-feira, 21. A informação foi confirmada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal 'O Globo'. De acordo com ele, foram presas pessoas que estavam preparando atos terroristas durante o evento que acontecerá a partir do dia 05 de agosto. A notícia foi obtida e dada com grande urgência pelos principais meios de comunicação. 

Primeiras informações causam temor com terrorismo

Até o momento, o que se sabe é onde foram deitas as prisões.

Publicidade
Publicidade

O jornalista indica que a operação ocorreu nos estados do Paraná e de São Paulo. Além disso, há confirmação ainda que os presos teriam sido recrutados pelo grupo extremista Estado Islâmico. A Polícia teria a confirmação da relação dos brasileiros com o grupo através de mensagens de comunicação via internet. Um dos presos seria menor de idade. As prisões ocorreram depois de diversos jornais mostrarem até comunicações terroristas e criticarem o fato de ninguém ser preso em um momento tão importante para o país. 

O ministro  da Justiça, Alexandre de Moraes, vai detalhar o ocorrido e que irá acontecer ainda hoje em uma entrevista coletiva. O horário e o local dessa coletiva ainda não tinham sido confirmados até o fechamento desta matéria. Este texto pode ser atualizado a qualquer momento. Para acompanhar, basta clicar em F5 ou simplesmente atualizar a página.  #Terrorismo