O Rio de Janeiro continua registrando acidentes, no mínimo, estranhos às vésperas dos jogos olímpicos, que deveriam ser um marco na cidade. Nesta quinta-feira, 14, foi a vez de uma idosa de 77 anos perder a mão direita depois de um atropelamento. A mulher, que pela idade é aposentada, sofreu o #Acidente na altura da Praça Onze, no Centro do Rio. De acordo com o jornal carioca 'Extra', o atropelamento ocorreu por volta do meio dia. A idosa sofreu a grave lesão na Rua Afonso Cavalcanti, muito conhecida pelo alto fluxo de automóveis e pessoas. 

O jornal diz que tem informações de pessoas que contam o que aconteceu. Testemunhas argumentam que a idosa estava atravessando a rua carregando o seu carrinho de feira.

Publicidade
Publicidade

Durante a travesseia, a roda do carrinho acabou ficando presa na roda do ônibus. Nesse momento, provavelmente sem ver a senhora, o coletivo avançou e acabou passando por cima de seu braço. O braço machucado, que acabou tendo uma parte amputada, seria o direito, como mostra a foto. A imagem é muito forte, por isso, pixelizamos a publicação. 

"Por milímetros a roda traseira do ônibus, da linha 220 (Usina-Candelária), não passou por cima da cabeça dela", disse uma fonte do jornal que não teve o seu nome identificado, mas que pode ajudar bastante na investigação sobre o #Crime, já que viu tudo o que aconteceu com a senhora acidentada.

Após o ônibus arrancar e provar o acidente, transeuntes chamaram socorristas. Uma ambulância do Corpo de Bombeiros, que tem um quartel na própria região, levou a vítima até o Hospital de emergência Souza Aguiar, também no Centro da cidade.

Publicidade

O hospital diz que a senhora teve uma fratura exposta com o acidente. 

Essa é a segunda ação do tipo. No começo da semana, ao tentar desembarcar do trem, uma mulher caiu no espaço entre a composição e a plataforma. Por conta do acidente, ele teve o braço amputado. No Rio de Janeiro, as estações são cheias de desníveis e acidentes como esse não são tão raros. No entanto, a cidade está sob os olhos do mundo por conta das Olimpíadas.