Um casamento um pouco diferente está dando o que falar. Neste sábado, 09, mais um casal decidiu dar o famoso 'Sim'. A união é entre dois rapazes, até aí não tanta novidade. O que chamou a atenção é que um dos noivos é um pastor, mais precisamente Daniel de Castro, de 33 anos. Já o marido de Daniel, que trabalha como cabeleireiro, é diácono da mesma igreja que ele faz pregações, Guilherme Fraga Castro, de 31 anos. A cerimônia foi realizada pela Igreja Contemporânea, conhecida por receber de braços abertos homossexuais e foi realizada em Belo Horizonte, Minas Gerais. 

O ritual do 'Sim'

Antes do 'Sim', os preparativos foram comuns como o de qualquer casamento.

Publicidade
Publicidade

Os noivos passaram até por uma sessão de cuidados, que incluiu até passar pó de arroz no rosto. O casamento foi realizado à luz do sol. Os noivos garantem que a escolha é justamente para iluminar a relação, como conta a reportagem do 'EM'. A igreja que celebrou a união existe desde 2010 e promete quebrar paradigmas. Os amigos e a família dos noivos estiveram no local. A união foi ministrada pelo pastor Fábio Inácio.

Decisão do Supremo

O casal de noivos já é velho conhecido do noticiário. Em 2009, eles foram os primeiros homens a terem o direito de se registrarem em um cartório no Rio de Janeiro. Tudo graças à uma decisão da mais alta corte no país, o Supremo Tribunal Federal (STF). Daniel disse ao 'EM' que sempre teve o sonho de casar, mas que acabava privado desse sonho pela sociedade e também pela igreja. 

Ensinamentos divinos e opinião do casal

Ele lembra que é de uma família tradicionalmente evangélica e que seu agora marido se converteu.

Publicidade

Daniel diz também que passou por crises para se entender, mas que quando conheceu a Igreja Contemporânea, o amor foi à primeira vista. De acordo com ele, a instituição religiosa prega o que Deus realmente diz, que os filhos dele são aceitos da forma que realmente são.  Para Daniel, não existe qualquer problema em ser homossexual e evangélico ao mesmo tempo. Também não há problema no fato dele ser pastor e Ministrar para héteros e gays os preceitos de sua igreja.  A cerimônia religiosa, de acordo com o casal, demorou três anos para ser preparada.  #É Manchete!