Esta quarta-feira, 13, ficou marcada na internet por conta das discussões sobre a primeira cena de sexo gay entre dois homens da TV aberta brasileira. A sequência foi ao ar na noite desta terça-feira, 12, em 'Liberdade, Liberdade', novela das onze do folhetim carioca e foi protagonizada pelos personagens André (Caio Blat) e Tolentino (Ricardo Pereira). Grupos religiosos e políticos passaram o dia inteiro reclamando sobre o que chamaram de atentado à família brasileira. Existe até um abaixo-assinado online pedindo o cancelamento do folhetim que conta a história da filha de Joaquim José da Silva Xavier, o popular Tiradentes. A personagem é interpretada por Andreia Horta (Joaquina). 

No entanto, a Globo parece que não está dando atenção ao alvoroço negativo em determinados grupos.

Publicidade
Publicidade

Se dois gays já estavam protagonizando polêmica, o canal anunciou que vai ter um terceiro e que pode existir um triângulo amoroso. Com isso, ganha força o fato de que a novela das onze deve ser esticada. Muitas cenas precisaram ser reescritas porque a personagem principal, Joaquina, teve sua intérprete, Andreia Horta, doente e impossibilitada de gravar. Ela voltou nesta semana ao batente. As cenas do casamento dessa semana, por exemplo, não contaram com a presença de Joaquina. 

O novo personagem é Otto. Ainda não há o nome do ator que viverá o personagem. No entanto, a Globo, através do Gshow, já confirma que o novo homem chegará à Vila Rico. Segundo o site TV Foco, o Coronel Tolentino ficará confuso e com ciúmes do novo rapaz, que promete talvez criar um triângulo amoroso homossexual, mais um fato inédito na dramaturgia brasileira.

Publicidade

O sucesso de repercussão dos personagens está fazendo o núcleo deles ter até mais destaque que os demais do folhetim. 

Tolentino, no entanto,  tentará disfarçar seu incômodo e vai buscar consolo nas meninas de Virgínia (Lilia Cabral). Enquanto isso, o seu amado estará preso acusado de pederastia. Naquela época, transar com outra pessoa do mesmo sexo era crime de lesa-majestade.  #É Manchete! #Liberdade Liberdade