Após notícias de que o Diretor-Geral do Arquivo Nacional cedeu o auditório principal do prédio para realizações de cultos e pregações, o Ministério Público Federal do Rio de Janeiro abriu procedimento preparatório para apurar se houve improbidade administrativa.

O Procurador da República, Sergio Suiama, responsável pela instauração do procedimento, citou que a Constituição Federal veda aos agentes públicos “estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles ou seus representantes relações de dependência ou aliança.”

Cultos Religiosos

Segundo informações veiculadas, os cultos eram realizados há anos em um canto do estacionamento por grupo de funcionários, que pleiteavam um espaço dentro de um dos prédios para pregação.

Publicidade
Publicidade

Com a autorização do diretor-geral do Arquivo Nacional, José Ricardo Marques, o pleito foi atendido, e os cultos foram transferidos para o auditório.

A decisão foi motivo de críticas, por parte de funcionários, quanto ao uso da instituição pública para prática de culto religioso.

Arquivo Nacional

O Arquivo Nacional, criado em 1838, e considerado uma das instituições mais antigas do país, atualmente integra a estrutura do Ministério da Justiça, tem sua sede no Centro do Rio e uma Coordenação Regional no Distrito Federa.

Para quem deseja conhecer o prédio do Arquivo Nacional, que é tombado pelo patrimônio histórico, no Rio fica localizado na Praça da República, 173 - Centro e o horário de atendimento nas salas de consulta é das 7h30 às 17h30.

Há também a possibilidade de realização de visitas guiadas e exposições de segunda a sexta-feira das 9h às 18h.

Publicidade

Consulta a textos originais

O retorno do agendamento para realização de consulta a textos originais está previsto para ocorrer a partir do dia 19/09.

A interrupção na consulta ocorreu devido a problemas de manutenção dos elevadores que fazem o transporte de documentos históricos, mas estão mantidas as consultas presenciais e à distância ao acervo.

Para informações sobre o funcionamento das salas de consultas acesse http://www.arquivonacional.gov.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?tpl=home #Governo