Após a polêmica envolvendo a Vila dos atletas no Rio de Janeiro, quando a delegação australiana se negou a permanecer no local dizendo que os apartamentos estavam em condição "inabitável", o jornalista Richard Hinks da base do 'The Daily Telegraph' da Austrália publicou um artigo em que deixa claro suas críticas à cidade que recebe o principal evento esportivo do mundo a partir do dia 05 de agosto. As críticas de Richard foram tão duras e tiveram tanta repercussão que o site em que ele trabalha bloqueou os vídeos em que ele aparece falando para o Brasil. 

Ele começa dizendo que os atletas de seu país estão tendo a oportunidade de conviverem com a condição real dos brasileiros, que precisam sobreviver sem água encanada.

Publicidade
Publicidade

Ele ainda cita obras mal acabadas, como a do Velódromo, onde serão feitas provas do ciclismo. De acordo com Richard, a pista está muito suja e pode provocar graves acidentes, fazendo os atletas escorregarem. Em seguida, ele parte para a questão da falta de legado no Rio de Janeiro, citando que um dos locais mais populares para os turistas, a Baía de Guanabara, está completamente poluída. 

"O cheiro do mar passou de corpo apodrecendo para peixes podres expostos no sol", disse ele em tom extremamente duro. O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, do PMDB, chegou a fazer piada com a condição da Vila dos atletas, revelando que colocaria cangurus no local para alegrar os estrangeiros. "Não precisamos de cangurus, precisamos de encanadores", disse um dos dirigentes do país em tom bem irritado. 

O jornalista australiano continua sua crítica falando agora sobre a violência, revelando que é bastante tranquilo andar pela cidade, desde que se esteja com pelo menos seis seguranças.

Publicidade

Ele ainda diz ironicamente que o Comitê Olímpico carioca garantiu que a Dengue e o Zika Vírus não seriam um incômodo, desde que se passasse bastante repelente. Além disso, Richard fala que caso algum atleta seja alvo de bandidos ou traficantes, como em um sequestro, por exemplo, ele erá liberado a tempo de participar das competições.  #Rio2016