Por volta das 11h30 da manhã, no horário de Brasília, a juíza de fiscalização da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro Daniela Barbosa Assunção de Souza mandou bloquear o aplicativo de mensagens Whatsapp. Apesar da decisão ser dada no Rio de Janeiro, ela valerá para todo o Brasil. Com isso, nas próximas horas o serviço será suspenso, mais uma vez prejudicando os usuários. Na internet, rapidamente os brasileiros começaram a comentar a notícia. Alguns disseram que a #Justiça deveria se preocupar em mandar prender bandidos. A juíza que deu a decisão polêmica já havia no ano passado ganho repercussão nacional após ser agredida por prisioneiros dentro do Batalha da Polícia Militar em Benfica. 

As operadoras brasileiras de telefonia já foram avisadas da suspensão do serviço.

Publicidade
Publicidade

Com isso, ele já é preciso sair do ar a partir do momento da comunicação. Isso significa que o WhatsApp já (pelo menos teoricamente) está fora do ar. Caso as operadoras telefônicas descumpram a iniciativa judicial, elas serão obrigadas a pagar uma multa diária de R$ 50 mil. Não é a primeira vez que o aplicativo, que pertence ao Facebook, tem bloqueio em todo o país. Outros aplicativos do gênero jamais foram bloqueados, como o Telegram, o que causa muita estranheza nos internautas.

Recentemente, o governo brasileiro descobriu que um grupo extremista utiliza o Telegram para se comunicar com membros do grupo terrorista Estado Islâmico. A decisão dessa vez, segundo uma reportagem da Globo News, ocorreu porque novamente o Facebook se negou a disponibilizar informações sigilosas de seus clientes.

Publicidade

A empresa alega que sequer tem como passar esses dados, já que eles são criptografados.   #Rio2016