A reportagem do canal de TV Globo News informou na manhã desta terça-feira (19/7) que a #Justiça do Estado do Rio de Janeiro determinou o bloqueio do aplicativo de mensagens #WhatsApp em todo o Brasil. 

Essa é a terceira vez que o app será bloqueado no país por motivos judiciais. A medida não afeta o serviço de concorrentes do sistema como Telegram e Viber.

De acordo com a emissora carioca, que pertence ao grupo Globo, as operadoras de telefonia em todo o país já foram notificadas de forma oficial e devem providenciar a suspensão do acesso ao WhatsApp nas próximas horas. 

Motivos do bloqueio

A reportagem da Globo News não forneceu detalhes sobre o processo em andamento no Rio de Janeiro que pede o bloqueio do WhatsApp no Brasil.

Publicidade
Publicidade

Sabe-se apenas que o Facebook, dono do sistema, teria se recusado a fornecer dados para uma investigação que está em andamento naquele estado. 

De acordo com o noticiário, o app estaria sendo utilizado para comunicação entre traficantes e criminosos alvos de um inquérito policial. 

Segundo o Facebook, não é possível fornecer quaisquer informações das conversas realizadas entre usuários da plataforma, pois as mesmas são criptografadas e não ficam armazenadas fora dos smartphones

Repercussão

O novo bloqueio do WhatsApp já começou a ganhar repercussão entre os internautas nas redes sociais. 

A maioria dos comentários mostra que grande parte da população é contra qualquer bloqueio de aplicativos de comunicação.

No último do gênero, realizado em dezembro do ano passado, o WhatsApp chegou a ficar 12 horas indisponível para milhões de usuários brasileiros. 

Zuckerberg

O proprietário do Facebook, Mark Zuckerberg, que ocupa o primeiro lugar na lista de bilionários de todo o mundo, sempre se posicionou contra qualquer bloqueio dos aplicativos gerenciados por sua empresa e até o momento não se manifestou a respeito dessa nova decisão da justiça brasileira. 

Procurado pela reportagem, o escritório que representa o Facebook no Brasil também não emitiu nenhuma nota oficial.