Neste sábado, 02, o colunista José Bastos Moreno, do 'Jornal O Globo', publicou no site do impresso uma nota reveladora. Apesar de não dizer nomes, o jornalista dá detalhes do que pode ser a pior delação até o momento da #Lava Jato. De acordo com ele, um dos advogados mais gabaritados do país estaria negociando uma delação depois de saber que seu nome virou alvo central da operação que apura o desvio de dinheiro da maior estatal brasileira, a Petrobrás.

A mira no advogado pode trazer o que ninguém esperava, acusações contra nomes gabaritados do Supremo Tribunal Federal (STF). As revelações teriam poder, segundo o colunista, de manchar a vida até de Ministros, podendo assim fazê-los entrarem na mira de investigações.

Publicidade
Publicidade

Pela legislação brasileira, existe a possibilidade do impeachment de Ministros a partir de uma ação do Congresso brasileiro. Senadores, após uma investigação, poderiam até tirar os donos das togas mais relevantes do território nacional. 

O advogado não quer saber de ficar preso, sem antes revelar quem pode ir para o buraco com ele. Além do Supremo, outro órgão da justiça que pode ser apurado por conta da possível delação é o Supremo Tribunal de Justiça (STJ). É bom esclarecer que o colunista de 'O Globo' não trouxe qualquer nome na sua coluna, mas ele costuma acertar com antecedência o futuro de algumas notícias relacionadas à política. 

Moreno conta que quem ouviu os primeiros depoimentos, que ainda seriam negociados com a Procuradoria-Geral da República para terem valor, teria dito que não sobraria pedra sobre presa.

Publicidade

A delação seria mais reveladora até do que a de executivos da Odebrecht, empreiteira que confessou ter recebido propina da Petrobrás em negociatas irregulares com políticos. Para conseguirem fazer as obras, essas empresas bancavam campanhas eleitorais, com a da reeleição da presidente afastada Dilma Rousseff. 

A nota dada por Moreno rapidamente ganhou espaço nos principais sites e blogs do país e é uma verdadeira bomba. Onde é que a Lava Jato ainda vai nos levar?