Em apenas quatro dias da validade da Lei 13.290, que torna obrigatório o uso do farol baixo nas rodovias brasileiras, 14.900 condutores foram multados. De acordo com a lei, a infração por não ligar os faróis durante o dia é considerada média, a multa tem o valor de R$ 85,13 e o condutor é punido com a perda de quatro pontos na CNH- Carteira Nacional de Habilitação. De sexta a segunda, o #Governo arrecadou R$ 1,274 milhão de reais, considerando somente as rodovias federais que são da responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal. 

O estado campeão em infrações de 08 a 11 de julho foi Goiás, com 2.583 motoristas multados; seguido do Paraná, com 1.909; logo depois vem o estado de Santa Catarina, com 1.453 multados; Minas Gerais vem em quarto lugar, com 1.231 multas e o Rio Grande do Sul em quinto, com 1.060 autuados.

Publicidade
Publicidade

Essas informações foram divulgadas pela Polícia Rodoviária do Rio Grande do Sul, confirmadas pela chefia da corporação em Brasília e pela assessoria de comunicação em MG, estado que arrecadou R$ 104 mil com essas multas. 

O Inspetor Aristides Júnior, assessor de comunicação da Polícia Rodoviária Federal de MG, ressaltou a importância dessa lei para os pedestres, que poderão visualizar mais facilmente os veículos e diminuir assim o número de atropelamentos, além de ser importante para os próprios condutores, que enxergarão quando um veículo vem em sentido contrário, mesmo ainda estando a uma longa distância, evitando colisões frontais. Ele afirmou também que é impossível fazer análise precisa, visto que não existe um padrão para comparação, mas ele acredita que esses números cairão á medida que houver mais divulgação. 

Mudanças proibidas

De acordo com Aristides, existem oficinas que estão fazendo adaptações no sistema elétrico e fazendo ligações onde o farol baixo é acionado automaticamente ao ligar o veículo, mas ele deixa claro que isso é proibido e esclarece que se um motorista for parado na blitz e for verificado esse tipo de alteração na iluminação, o mesmo pode ser multado em R$ 127,69 reais e perder cinco pontos na carteira.

Publicidade

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro dirigir veículo com "equipamento do sistema de iluminação e de sinalização alterado" é considerado infração grave. #Legislação #Dicas