Um plano secreto envolve dois nomes do Partido dos Trabalhadores (PT). O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a presidente #Dilma Rousseff se reuniram em um almoço íntimo para traçar um planejamento de como conseguir o poder de volta. O encontro teria ocorrido nesta quarta-feira, 06, no Palácio do Planalto. A informação foi confirmada nesta quinta-feira, 07, no site 'Diário do Poder'. De acordo com a publicação, a representante do PT prepara uma carta para reassumir o governo. Esta foi batizada de "Programa da Volta". No texto a ser divulgado na imprensa, a petista promete traçar uma nova meta na economia, caso tenha a chance de fazer tudo de novo.

Publicidade
Publicidade

Ela acha que o que fez é muito pouco e que tem condições de colocar o Brasil nos eixos. 

No documento, a presidente afastada pretende ainda criticar o presidente em exercício Michel Temer, do PMDB. No almoço realizado na residência oficial do presidente da república, também estavam os ex-Ministro do governo de Rousseff Jaques Wagner e Ricardo Berzoini. A presidente recebeu o conselho de aumentar o tom em torno das propostas econômicas de Temer. Segundo o 'Diário do Poder', Dilma deve bater na tecla de que as medidas do peemedebista ao invés de ajudarem o Brasil trarão uma nova recessão.

Contra a petista, no entanto, existem diversos dados favoráveis da economia, que já dá sinais de melhorar a médio prazo. Índices com a inflação, por exemplo, já se estabilizam. No entanto, outros, como o de desempregados, ainda continuam bem altos.

Publicidade

Acredita-se que os empresários só voltarão a contratar quando estiverem mais certos de que a economia entrou nos eixos novamente. #Lula deve agora permanecer na capital federal para tentar angariar votos para sua companheira política.

Ele vai precisar correr. Isso porque a expectativa é que a votação contra Dilma aconteça em pouco mais de um mês, entre os dias 22 e 26 de agosto. O momento mais uma vez deve ganhar atenção da imprensa e colidir com o final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que recebem jornalistas de todo o mundo.