O ex-presidente da república Luís Inácio Lula da Silva está tentando sua última cartada para ficar livre das mãos do Juiz Sérgio Moro, que comanda a investigação da Lava Jato. De acordo com o jornal inglês 'The Telegraph', o representante do Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu entrar com uma polêmica petição na ONU, a Organização das Nações Unidas. No processo, o companheiro da presidente afastada Dilma Rousseff diz que a condução da Lava Jato violou os seus direitos humanos. Lembrando que recentemente Sérgio Moro disse que a condução coercitiva de Lula em março deste ano estava baseada na lei e em provas. Segundo o juiz, os áudios interceptados poderiam até levar preventivamente o petista para a cadeia. 

O jornal ainda diz que Lula pode ser preso em meio aos jogos olímpicos do Rio de Janeiro.

Publicidade
Publicidade

De acordo com um advogado inglês entrevistado pelo jornal, Geoffrey Robertoson, Lula teria pedido sua ajuda para se livrar do processo da Lava Jato, alegando que tem sido alvo de violações dos Direitos Humanos. O advogado é o mesmo que já salvou nomes como o do ex-lutador MikeTyson e que defendeu o fundador do WikiLeaks, Julian Assange. Julian ficou conhecido por revelar dados e provas contra políticos e empresários de todo o mundo, como uma espionagem do governo americano contra Dilma. 

De acordo com o advogado, Sérgio Moro está tendo uma atitude de invasão de privacidade e demonstrou que pode mandar Lula ser preso a qualquer momento. Por isso, o pedido na ONU foi feito com urgência. O advogado diz anda que os telefones de Lula e sua família continuam interceptados e que a Justiça estaria apoiada com uma imprensa hostil, que constantemente divulga as conversas gravadas.

Publicidade

Um dos áudios mostra Lula conversando sobre o termo de posse no Ministério da Casa Civil com Dilma. O polêmico áudio não poderá ser usado por Moro contra Lula, pois o petista conseguiu esta vitória no Supremo Tribunal Federal (STF).

O agora advogado de Lula diz que Moro faz a justiça da barganha e que agora o caso ficaria conhecido em todo o planeta.  #Crime #Investigação Criminal